Bimboo

 

Previsão do Tempo

Dourados
+20°C

Jatinho que levaria Xuxa cai na Baía da Guanabara

 
O jato executivo modelo Learjet caiu ontem na Baía da Guanabara, no Rio. Foto/Globo News - Reprodução
O jato executivo modelo Learjet caiu ontem na Baía da Guanabara, no Rio. Foto/Globo News - Reprodução

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) investiga a pane que provocou a queda da aeronave Learjet 55, da Ocean Air, prefixo PTL-XO, no Aeroporto Santos Dumont, no Centro do Rio, ontem pela manhã. De acordo com a empresa de táxi aéreo, o avião seguia para o Aeroporto Internacional Tom Jobim (ex-Galeão), mas, devido à falha, tentou voltar para a pista. No entanto, após o pouso, o jatinho deslizou por 150 metros e caiu nas águas da Baía de Guanabara. Os três tripulantes não ficaram feridos. Eles foram resgatados com o auxílio de um catamarã e lanchas de táxi marítimo. O avião levaria a apresentadora Xuxa Meneghel ao Recife (PE).

De acordo com a Infraero, o acidente ocorreu às 9h16. "Nós fomos acionados pela Capitania dos Portos para prestar socorro, mas quando chegamos os tripulantes estavam tranquilos e sem ferimentos aparentes. Após o resgate de barco, eles foram direto para o aeroporto. Nós amarramos o avião às pedras para não afundar", disse Fábio Clébio, de 42 anos, piloto da lancha de táxi marítimo Antônio Carlos.

De acordo com testemunhas, o piloto ainda tentou uma meia volta com uma freada, mas não foi possível conter a aeronave, que ultrapassou as pedras da barragem entre a pista e o mar e acabou na baía. A queda foi em baixa altitude e o avião ficou praticamente intacto dentro d'água, com a asa direita totalmente submersa.

O Santos Dumont foi imediatamente fechado e todos os voos foram transferidos para o Tom Jobim, na Ilha do Governador, na zona norte. Longas filas foram formadas pelos passageiros para embarcar nos táxis, vans e ônibus disponibilizados pelas companhias aéreas para o aeroporto internacional, que fica a quase 30 quilômetros do Santos Dumont.

"Estávamos dentro da aeronave, que já taxiava na pista. De repente, o piloto voltou e disse que estávamos retornando por problemas operacionais. Tinha uma reunião de trabalho em São Paulo e já estou duas horas atrasado", lamentou o biomédico José Caetano de Pádua.

De acordo com a nota divulgada pela estatal, o aeroporto ficou fechado por 1h14. No entanto, após esse período, apenas a pista auxiliar para aeronaves de pequeno porte foi reaberta. Os pousos e decolagens das aeronaves grandes foram transferidos para o Tom Jobim.

O Corpo de Bombeiros e a companhia aérea trabalharam durante toda a tarde com dois guindastes para a retirada da aeronave, que pesa mais de cinco toneladas do local. Às 15h, o aeroporto voltou a fechar para pouso para o resgate do jatinho. Até final da tarde, mais de 50 voos foram cancelados, entre decolagens e aterrissagens. Nove voos foram transferidos para o Tom Jobim.

XUXA

A assessoria de imprensa de Xuxa disse que a aeronave acidentada a levaria para Recife, onde participaria de um desfile. "Ela disse que está bem e pediu que as pessoas não ficassem preocupadas, pois a missão dela por aqui ainda não terminou", informou a assessora Tatiana Maranhão. Ela acrescentou que Xuxa embarcou em um voo fretado para a capital pernambucana. A Ocean Air informou que disponibiliza várias aeronaves e nada indica que o jato seria utilizado pela tripulação que levaria a apresentadora.

Não é a primeira vez que um avião cai na Baía de Guanabara. Em julho de 1997, o jatinho Citation II, da Riana Táxi Aéreo, levaria até São Paulo a dançarina Valéria Valenssa, seu marido, o artista plástico Hans Donner, e mais três pessoas, para São Paulo, mas não chegou a decolar. A aeronave descontrolou-se na pista e foi parar dentro d'água. (AE).

As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Copyright © 2011 - DouradosAgora - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: Lobo Tecnologia&Internet

logo-bimboo