Sistema Nacional de Emprego ajudou mais de 570 mil trabalhadores em 2017

15/04/2018 10h06 - Por Ministério do Trabalho


 
Indústria foi responsável por 19,7% da oferta de vagas de emprego por meio do Sine em 2017
Foto: Governo de Sergipe Indústria foi responsável por 19,7% da oferta de vagas de emprego por meio do Sine em 2017
Foto: Governo de Sergipe

Trabalhadores cadastrados no Sistema Nacional de Emprego (Sine) tiveram 36,7% a mais de êxito em se inserir no mercado de trabalho em 2017.

Em números absolutos, 577,2 mil pessoas registradas na plataforma conseguiram ser contratadas, enquanto em 2016 foram 422,4 mil colocados.

Os dados são do Boletim do Observatório do Trabalho da Secretaria de Políticas Públicas do Ministério do Trabalho.

De acordo com o texto, do total de admissões intermediadas pelo sistema, 12,7% foram de trabalhadores requerentes do Seguro Desemprego. Em 2016, esse percentual foi de 12,1%.

"São números que mostram a importante contribuição do Sine para a dinâmica do mercado de trabalho no Brasil", destaca o ministro do Trabalho, Helton Yomura.

Dez estados ficaram acima da média nacional, com destaque para Alagoas, onde a intermediação de mão de obra pelo sistema representou 27,6% do total no último trimestre de 2017. Também tiveram destaque o Ceará (17,5%), Paraná (14,2%) e Tocantins (11,7%).

O relatório também aponta que a maioria das vagas de emprego oferecidas pelo Sine no quarto trimestre de 2017 era no setor de serviços (47,6%), seguido pelo comércio (23,5%) e indústria (19,7%).

As principais ocupações das vagas oferecidas foram de alimentador de linha de produção, vendedor de comércio varejista e faxineiro.


Envie seu Comentário