Corpo de Bombeiros Militar orienta banhistas para um verão tranquilo

Comunicação CBMMS - 03/01/2017 07h04

 
 Comunicação CBMMS Comunicação CBMMS

O Estado de Mato Grosso do Sul possui uma vasta rede hidrográfica, com rios de muitas características (caudalosos, com correntezas, profundos, águas sem visibilidade, etc), além da existência de muitos lagos artificiais, represas, diques, balneários e inúmeras piscinas de clubes ou residências.

Aproximadamente 65% do bioma do pantanal brasileiro está localizado em nosso estado.

Considerando que ao Corpo de Bombeiros Militar do Mato Grosso do Sul (CBMMS) compete atuar na proteção, busca e salvamento de pessoas e bens, no socorro de emergência e urgência pré-hospitalar, na prevenção e salvamento aquático.

Com a chegada do verão, aliado ao período de férias escolares e a alta temperatura climática, que é comum em nosso estado, as famílias, geralmente, como forma de lazer e recreação utilizam as piscinas de casa ou de clubes ou ainda se deslocam para os locais onde há balneários, rios, córregos, lagoas, represas ou praias pra se refrescarem e divertirem.

Atuando na prevenção, o CBMMS adota como medida de segurança, a divulgação de "orientações de segurança" a todos aqueles que irão utilizar esses locais como lazer e recreação.

Se não souber nadar, não entre na água.

Procure locais que estejam devidamente certificados pelo Corpo de Bombeiros Militar e observe se existem todas as medidas de segurança, como: Boias, coletes salva vidas, placas de sinalização e guarda-vidas. Respeite as placas sinalizadoras e obedeça as orientações dos Bombeiros e dos guarda-vidas.

Evite locais profundos, com correntezas, próximo a bombas de água.

Redobre a atenção com as crianças.

Nunca as deixe sozinhas e sempre as mantenha sob alcance de sua visão. Elas sempre devem ser acompanhadas de um adulto.

O fato de colocar boias nas crianças não quer dizer que a atenção deva ser relaxada.

Em casa, mantenha o acesso à piscina restrito, não permita que crianças tenham acesso a esse local sem a presença de um adulto.

Preferencialmente, utilize a piscina nos horários de menor incidência de raios solares.

Evite usar a piscina quando estiver chovendo e com incidência de raios.

Evite brincadeiras desagradáveis, como: caldo, jogar pessoas dentro d’água, correr em volta da piscina, fazer apneia, pular de árvores, barrancos, plataformas ou pontes.

Não entre na água após ingerir bebida alcóolica ou ter feito refeição.

Não tente salvar alguém que esteja se afogando se não for habilitado ou se não tiver condicionamento físico para tal, você poderá se tornar mais uma vítima.

Caso seja necessário retirar alguém de dentro da piscina e não saiba nadar jogue algo para a vítima que possa ajudá-la a ser puxada para a borda, como por exemplo uma corda, uma img_20161229_095449mangueira de jardim, um pedaço de madeira, cabo de vassoura, rodo ou qualquer objeto flutuante, como: bola ou garrafa Pet, entre outros.

Se for subir numa embarcação utilize o colete salva vidas.

Caso não seja habilitado pela Marinha do Brasil, não conduza embarcação.

Seguindo as orientações acima, certamente a estação mais esperada pela grande maioria da população será de muita diversão e sem imprevistos.

Em caso de acidentes, ligue imediatamente para o Corpo de Bombeiros Militar, através do telefone de emergência 193.

Envie seu Comentário