Trupe de palhaços e contadores de história apresentam "A Bela e a Fera"

Desta vez, a trupe viajará até a cidade luz, Paris, para contar um clássico conto de fadas francês escrito por Gabrielle-Suzanne Barbot em 1740

11/01/2018 07h49 - DouradosAgora


 
A trupe viajará até a cidade luz, Paris, para contar um clássico conto de fadas francês escrito por Gabrielle-Suzanne Barbot em 1740 A trupe viajará até a cidade luz, Paris, para contar um clássico conto de fadas francês escrito por Gabrielle-Suzanne Barbot em 1740

Uma trupe de palhaços contadores de histórias, usando a imaginação, roda os quatro cantos do mundo em busca de aventuras apresentando "As Aventuras de Bagacinho – quem conta um ponto, cria um conto".

O Grupo Casa, através deste projeto, criou, adaptou e encenou mais de trinta aventuras diferentes, desde histórias originais até grandes clássicos dos contos de fada e da literatura dramática mundial.

Em todas as aventuras, Bolonhesa (o mais velho da trupe) inventa uma nova "desculpa" para contar uma história que será encenada pelos palhaços Bagacinho (o aventureiro), Mixirica (a princesa sem frescura), Charanga (o músico atrapalhado), Cebolinha (a violonista lerdinha), Alcaparra (o galã), Carranca (o poeta), Berinjela (o esquisito) e Coringa (o intérprete de Libras).

Desta vez, a trupe viajará até a cidade luz, Paris, para contar um clássico conto de fadas francês escrito por Gabrielle-Suzanne Barbot em 1740.

A história que conta a saga de um príncipe transformado em monstro e que se apaixona por uma bela donzela: A Bela e a Fera! Uma grande e emocionante aventura que abusa de canções populares, da pantomima italiana, da commedia dell’arte, da contação de história, da palhaçaria clássica e de técnicas circenses. Para essa versão, o Grupo Casa cria este espetáculo cheio de poesia, cores e bom humor.

O Grupo Casa

Coletivo de Artistas fundamenta sua pesquisa cênica estudando teoricamente nossas raízes culturais e históricas, através da literatura dramática clássica, moderna e contemporânea, dividindo questões através do experimento de materiais não convencionais de dramaturgia, da arte do palhaço, na apropriação das novas mídias e na exploração dos espaços alternativos de representação.

O grupo afirma sua contribuição na formação de plateia, na construção do sujeito e no enriquecimento cultural do Estado de Mato Grosso do Sul. Para tanto, oferece o projeto "As Aventuras de Bagacinho – Quem Conta um Ponto Cria um Conto", como uma forma de manter crianças e adultos conectados com a forma de expressão mais secular que existe.

Serviço

As Aventuras de Bagacinho - Quem Conta um Ponto Cria um Conto - "A Bela e a Fera"

Data: 14 de Janeiro de 2018

Horário: 15h30

Local: Shopping Bosque dos Ipês

Onde: Teatro Arena Bosque / Espaço Grupo Casa (2º piso - próximo à praça de alimentação)

Entrada: Gratuita



Envie seu Comentário