Sessão especial destacará importância da prevenção da doença renal

Agência Senado - 08/03/2017 14h17

 
Cirurgia de transplante renal na Fundação Pró-Rim, em Boa Vista, Roraima
Fundação Pró-Rim Cirurgia de transplante renal na Fundação Pró-Rim, em Boa Vista, Roraima
Fundação Pró-Rim

O Senado promove sessão especial para celebrar o Dia Mundial do Rim nesta quinta-feira (9), às 9 h. De iniciativa do senador Eduardo Amorim (PSDB-SE), a sessão reunirá especialistas para debater a importância da prevenção e do diagnóstico precoce da doença renal crônica.

Segundo Amorim, que é médico, a ideia é chamar a atenção para as doenças que afetam os rins, além de discutir políticas de prevenção, diagnóstico e tratamento.

Hoje, são mais de 120 mil brasileiros que fazem hemodiálise dia sim dia não. Precisamos estimular cada vez mais os transplantes no país e, mais do que isso, chamar a atenção para a prevenção.

Hoje muitas vidas são perdidas, famílias destruídas, por conta às vezes de uma falta de assistência — declarou Amorim, em entrevista à Rádio Senado.

O senador explica que as principais causas da insuficiência renal são a hipertensão e o uso excessivo de anti-inflamatórios, que são vendidos muitas vezes sem controle.

De acordo com uma pesquisa da Sociedade Brasileira de Nefrologia, divulgada em 2015, cerca de 10% da população mundial sofre de algum tipo de doença renal.

A estimativa é de que a doença afete um em cada cinco homens e uma em cada quatro mulheres, com idade entre 65 e 74 anos.

O Dia Mundial do Rim, criado em 2006 pela Sociedade Internacional de Nefrologia, é uma campanha global destinada à conscientização da importância dos rins.

A data é comemorada na segunda quinta-feira do mês de março. A cada ano, a campanha aborda um tema. O deste ano é "Estilo de vida saudável para rins saudáveis".

Envie seu Comentário