Bimboo

 

Previsão do Tempo

Dourados
+20°C

Detran chama infratores e vai leiloar veículos

 
Pátio do Detran está pequeno para receber tantas motos apreendidas durante a semana. 
Foto/ Hedio Fazan
Pátio do Detran está pequeno para receber tantas motos apreendidas durante a semana.
Foto/ Hedio Fazan

Marcelo Humberto

O número de motos apreendidas em Dourados a cada semana é surpreendente: são mais de 50. Com isso, o pátio do Detran de Dourados já está sem espaço para comportar um número crescente de veículos. Hoje, de acordo com aparecido Dias Duarte, Gerente da Agência Regional de Trânsito de Dourados, estão no pátio da instituição, 475 veículos cadastrados entre carros e motos ocupando todo o pátio da Agência. Um número alto, se levado em conta que hoje Dourados possui 192 mil habitantes e uma frota de mais de 91 mil veículos circulando na cidade e com uma inadimplência de 15% da frota. Muitos proprietários não são localizados e as motos apreendidas ficam expostas e consomem uma diária de R$ 2,10. Para carros o valor é de R$ 9,78.

No entanto, as despesas do condutor é maior já que na hora de retirar o veiculo/moto terá que arcar com todos os custos de documentação, guincho que para carro é de R$ 83,50 e moto R$ 41,61. “Muitas dessas motos apreendidas são por falta de pagamento da documentação, direção perigosa e outras irregularidades”, observa Aparecido.

De acordo com ele, a facilidade em se adquirir uma motocicleta hoje estimula os jovens a pilotarem. E a grande maioria das motocicletas apreendidas, são do modelo 125cc que hoje no mercado custa até R$ 6 mil, o que reforça a afirmação do Gerente da Agência de Trânsito de Dourados. Com todas as facilidades obtidas e por um preço baixo e financiada a longo prazo com parcelas baixas, muitos jovens de baixo poder aquisitivo acabam comprando esse objeto de desejo.

“A falta de pagamento do IPVA, licenciamento e o seguro obrigatório no tempo certo, se acumula e com isso, o orçamento mensal desses jovens estoura e eles, mesmo irregulares andam e acabam caindo em uma blitz ou fazendo irregularidades e detidos para averiguação. Vindo para o Detran, se uma moto custa R$ 5 mil, eles irão ter uma despesa de aproximadamente R$ 900 para retirar a moto e ainda são penalizados com perda de pontos na CNH. E esse valor muda dependendo de quanto tempo o documento está em atraso. O Detran não tem interesse em ficar retendo o veiculo. Quem tiver pendência, que nos procure e acharemos uma alternativa fácil para os dois lados. A intenção do Detran é ver o trânsito circulando com a documentação em dia”, diz Aparecido.

O gerente do Detran de Dourados deixa claro que as blitz serão mais intensas e também educativas para que os condutores tenham consciência de andar com a documentação em dia.

Leilão

Interessados em adquirir veículo apreendido no Detran deve correr para sanar as irregularidades sob pena de perder o bem durante o leilão que acontece no dia 15 de julho. São 123 veículos entre motos e carros que vão para leilão. “O tempo é curto para os proprietários que estão com os veículos retidos no Detran. Quem não se regularizarem terão os veículos leiloados”, observa Aparecido.

As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Copyright © 2011 - DouradosAgora - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: Lobo Tecnologia&Internet

logo-bimboo