Bimboo

 

Previsão do Tempo

Dourados
+20°C

Fim de greve: bancos funcionam normalmente nesta quinta-feira

 
Foto: Div Foto: Div

As agências de Dourados e região funcionam normalmente a partir desta quinta-feira. A decisão aconteceu nesta quarta durante assembleia com a categoria. Em todo o país termina a greve dos bancários que durou 15 dias.

A categoria aceitou proposta de Federação Nacional dos Bancos que inclui reajuste de 16,33% nos pisos, reajuste de 7,5% para quem ganha até R$ 5.250, incremento na PLR e inclusão na Convenção Coletiva.

Em Dourados 630 servidores paralisaram as atividades em 19 agências. Outras seis são de cidades do interior como Rio Brilhante, Maracaju, Fátima do Sul e Itaporã. Todas retomam os trabalhos.

Para o presidente do Sindicato dos Bancários de Dourados e Região, Raul Verão, “o avanço na proposta da Fenaban e nas específicas da Caixa e Banco do Brasil, só foi possível pela garra e disposição dos trabalhadores, que não se curvaram as ameaças nos bancos privados e pela determinação dos companheiros do Banco do Brasil e da Caixa, que além de paralisar suas atividades ainda ajudaram nos piquetes de convencimento principalmente nos Bancos Bradesco, Itaú e HSBC”.

Propostas específicas

A proposta específica apresentada pela Caixa Econômica Federal ao Comando Nacional dos Bancários na noite de segunda-feira, 11/10, e também aprovada pelos bancários da empresa nesta quarta-feira, 13/10, prevê entre os pontos apresentados, reajuste de 7,5% em todas as verbas salariais sem o teto da proposta da Fenaban, elevação do piso de ingresso para R$ 1.600 indo para R$ 1.637 após 90 dias e um acréscimo linear de R$ 39,00 em todas as referências do PCS de 2008. O banco se compromete ainda a seguir a proposta de PLR acordada na mesa unificada e pagar ainda uma PLR Social, equivalente a 4% do lucro líquido, distribuídos de forma linear para todos os empregados.

No Banco do Brasil a proposta aprovada nesta noite, 13/10, garante reajuste salarial de 7,5% para todas as verbas salariais, incluindo comissões e VR (valores de referencia), sem o teto da proposta da Fenaban. O piso salarial será elevado para R$ 1.600,00, o que representa aumento real de 8,71%. O Banco do Brasil irá implantar Carreira de Mérito como parte de um Plano de Carreiras e Remuneração (PCR) com efeitos retroativos ao ano de 2006.

“Em Dourados como em todo o país esta foi a maior greve dos últimos 20 anos. Na base do Sindicato dos Bancários de Dourados e Região, mantivemos 100% de paralisação na cidade de Dourados durante os 15 dias da greve e ainda avançamos com paralisações parciais nas cidades de Itaporã, Rio Brilhante, Maracaju, Juti e Fátima do Sul”. Lembra Carlos Longo, vice presidente do Sindicato de Dourados e funcionário do Banco do Brasil.

Expediente | Anunciar no site | Trabalhe Conosco | Contato

As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Copyright © 2011 - DouradosAgora - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: Lobo Tecnologia&Internet

logo-bimboo