Homem tatuado é encontrado morto a tiros na Linha do Potrerito em Dourados

Ele foi executado com quatro tiros, três na cabeça e um nas costas. Vítima tem tatuagens pelo corpo, uma escrito "Cida" no braço esquerdo, de cavalo no antebraço, entre outras

13/11/2017 09h24 - Por: DouradosAgora fotos - Cido Costa/DouradosAgora


Rapaz de 23 anos foi encontrado morto a tiros, esta manhã, na Linha do Potrerito, em Dourados. A polícia identificou a vítima pelo nome de Maurício Molina Matossi, residente no Jardim Novo Horizonte. O jovem, que tem tatuagens pelo corpo, uma escrito "Cida" no braço esquerdo; de cavalo no antebraço, entre outras, estava desaparecido desde ontem.

Conforme noticiado pelo DouradosAgora, populares se depararam com o corpo numa plantação de soja na matinha conhecida como "Picadinha" e acionaram a polícia.

De acordo com a pericia, ele foi assassinado com pelo menos quatro tiros, sendo três na cabeça e um nas costas. Ao lado do corpo, a polícia apreendeu cápsulas deflagradas de pistola de calibre .45.

O homícidio aconteceu numa região rural conhecida como "Matinha". Policiais militares do Grupo Especializado Tático Motorizado (Getam), Policia Civil e a perita Samya estão no local.

O corpo foi transladado para o Instituto Médico Legal de Dourados. Policiais do 2º Distrito Policial de Dourados já iniciaram as investigações.

***Assassinado com 50 facadas"""

Conforme noticiado pelo DouradosAgora, um jovem de 16 anos foi encontrado morto, na manhã deste domingo (12), em uma plantação de soja localizada na rua Rangel Torres, no Jardim dos Estados, nas imediações do seminário. De acordo com a polícia, ele foi atingido com cerca de 50 facadas. A família reconheceu o corpo.

Populares contaram à polícia que o adolescente foi visto por volta ds 21 horas de sábado, em companhia de três rapazes. Perto do local onde ele foi assassinado, foram ouvidos gritos, no entanto, ninguém saiu para ver o que era. Ao lado do corpo foi encontrado um telefone celular, roupas, chinelo e uma faca, que pode ter sido usada no crime. Conforme a polícia, há sinais de que o rapaz tentou se defender e fugir dos agressores.

Informações ou denúncias que possam ajudar o trabalho policial, devem ser repassadas pelos telefones: Polícia Militar: 190; Polícia Rodoviária Federal: 191; SIG: 3411.8080; DOF: 3411.8080; Defron: 3410.4800; Polícia Federal: 3410.1700 e 3420.1757; Polícia Civil - 1º Distrito Policial: 3411.8060; Polícia Civil, 2º Distrito Policial: 3424.6911 e 3424.5633, Guarda Municipal: 199; Polícia Militar Ambiental (PMA): 3357-1500– 9905-7763 - vivo – WhatsApp/ 9106-8628 - Claro / 8171-4270 - (Tim)/ 8475-0553 (Oi).



Envie seu Comentário