Homem escapa de atropelamento e morre afogado em valeta

20/11/2017 07h17 - DouradosAgora

fotos - Cido Costa/DouradosAgora

A polícia investiga o caso de um homem que supostamente morreu afogado numa valeta de água, por volta ds 22 horas de sábado, na Reserva Indígena de Dourados.

Conforme informações repassadas ao DouradosAgora, os socorristas do 2º Grupamento de Bombeiros Militar de Dourados foram acionados para atender a uma vítima de atropelamento mas, quando chegaram na estrada vicinal na Aldeia Jaguapiru, foram informados de que a vítima identificada pelo nome de Dorvalino Cláudio, de 53 anos, teria morrido afogado no buraco que tem pelo menos cinco metros de profundidade, segundo informações dos indígenas.

Conforme um amigo que estava com ele, na hora do acidente, ambos pularam para dentro da valeta para escapar de um carro que teria passado pelo local.

Para não serem atropelados, conforme contou o homem à polícia, eles cairam na valeta onde havia água e barro. O amigo de Dorvalino conseguiu sair, ele não. Quando o socorro chegou, indígenas já tinham retirado o corpo.

A polícia abriu inquérito para investigar o caso.

Informações ou denúncias que possam ajudar o trabalho policial, devem ser repassadas pelos telefones: Polícia Militar: 190; Polícia Rodoviária Federal: 191; SIG: 3411.8080; DOF: 3411.8080; Defron: 3410.4800; Polícia Federal: 3410.1700 e 3420.1757; Polícia Civil - 1º Distrito Policial: 3411.8060; Polícia Civil, 2º Distrito Policial: 3424.6911 e 3424.5633, Guarda Municipal: 199; Polícia Militar Ambiental (PMA): 3357-1500– 9905-7763 - vivo – WhatsApp/ 9106-8628 - Claro / 8171-4270 - (Tim)/ 8475-0553 (Oi)



Envie seu Comentário