Bimboo

 

Previsão do Tempo

Dourados
+20°C

Radioperadores de PX organizam grupo em Dourados

 
Radioperadores de PX durante encontro na Praça Antonio João. Foto: Rafaela Bonardi Radioperadores de PX durante encontro na Praça Antonio João. Foto: Rafaela Bonardi

Com o intuito de reunir os amantes do rádio Faixa do Cidadão (PX) de Dourados e região, houve um encontro na manhã de domingo na Praça Antonio João, para uma roda de tereré e muito bate-bapo, onde a tônica foi a vontade de resgatar e organizar o grupo na cidade.

Muitos apenas se conheciam pelos apelidos, ou QRA, como se diz na gíria PX, outros, com mais de 10 anos de radioperador já eram amigos, mas o que uniu o grupo de homens de várias profissões e idades foi a paixão em falar pelo rádio PX, cujo objetivo principal, além de ser uma opção de localização, segurança e meio para conversar com colegas de profissão, é fazer amizades.

Um dos idealizadores do encontro e com muitos anos de rádio, José Aparecido de Deus, ou apenas D’Deus, destaca que há um nova geração se interes-sando em modular e fazer amizade. “E isso é interessante, pois são jovens que estão se interessando em levar adiante a arte de falar no rádio PX, usando corretamente as gírias e os códigos internacionais, dando espaço para os outros companheiros no que a gente chama de fazer a roda”.

Em Dourados, o canal utilizado pelo grupo é o 7, e após a reunião de domingo, que foi mais para se apresentarem uns aos outros, nasceu a ideia de resgatar um grupo de PX, como os antigos que já existiram na cidade, Gata, Corfaci e PX Club Dourados, que muito contribuíram na década de 90, realizando campanhas, distribuindo cestas básicas e auxiliando até mesmo os caminhoneiros de fora, quando se perdiam na cidade ou precisavam de auxílio.

O grupo é unanimidade na questão do indicativo, que nada mais é que a licença junto à Anatel, já que o serviço de Faixa do Cidadão ou PX é a faixa de radiofrequência em torno de 27 MHz, pela qual é transmitida utilizando-se um transceptor específico. Sem contar que a estação deve estar dentro dos parâmetros e normas permitidos por lei.

Para o radioperador Leonel Bonardi, conhecido pelo QRA Cavalo Doido, 20 anos de rádio PX em Dourados, a modalidade é um poderoso aliado nas es-tradas e a democratização da comunicação. Ele destaca que aos que utilizam o PX móvel é aconselhável andar com uma fotocópia da nota fiscal do rádio e com a carteirinha do indicativo liberado pela Anatel. “Para quem vai começar no PX, recomendo um rádio de 40 canais AM da linha Cobra, por exemplo, o 19DX ou 148 GTL, que é homologado pela Anatel, e uma antena que se adapte ao seu carro, ou maria-mole, ou bobinada, de menor tamanho. E ao comprar o equipamento, procure uma pessoa autorizada para instalar seu rádio, na nossa gíria chamado de Feiticeiro”, destaca Leonel.

Só nos Estados Unidos, calcula-se que existem mais de dois milhões de operadores de rádio Faixa do Cidadão, especialmente caminhoneiro. Aqui no Brasil, este número não chega aos 800 mil, embora esse hobby esteja experimentando um novo auge de crescimento, basicamente devido ao lançamento no mercado nacional de equipamentos sofisticados a um baixo preço.

As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Copyright © 2011 - DouradosAgora - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: Lobo Tecnologia&Internet

logo-bimboo