Brasil deve ser declarado livre da pleuropneumonia bovina

Portal Brasil 18/05/2017 13h09

 
Brasil deve ser declarado livre da pleuropneumonia
Reconhecimento deve ser oficializado em reunião da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE)
Arquivo/Agência Brasil Brasil deve ser declarado livre da pleuropneumonia
Reconhecimento deve ser oficializado em reunião da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE)
Arquivo/Agência Brasil

Durante a reunião da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), que acontece na próxima semana em Paris, na França, o Brasil deve ser reconhecido como País livre da pleuropneumonia contagiosa bovina.

Segundo o diretor do Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e delegado do País na OIE, Guilherme Marques, "não existem casos da doença no Brasil".

A pleuropneumonia contagiosa bovina é uma doença de bovinos e búfalos causada por bactéria. Ataca os pulmões e a membrana (pleura) que reveste o tórax.

Por ser altamente contagiosa, com taxa de mortalidade de até 50%, causa altas perdas econômicas. Para reduzir a infecção, existe vacinação com um tipo atenuado da bactéria. Não existem casos de contágio em seres humanos, por isso não há risco à saúde pública.

Na reunião da OIE também será debatida estratégia para enfrentar a resistência antimicrobiana (a antibióticos), em conjunto com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Também serão discutidas mudanças no Código de Animais Terrestres e Aquáticos e manuais de normas biológicas que regulam o comércio internacional de carnes.

O secretário de Defesa Agropecuária, Luis Rangel, e o diretor do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa), José Luis Vargas, também vão participar de reuniões para informar aos países integrantes da organização sobre medidas de segurança e de controle sanitário adotadas pelo Mapa em frigoríficos.


Envie seu Comentário