Instituído plano de controle e monitoramento do javali

14/11/2017 12h00 - Por imprensa@mma.gov.br


 
Divulgação Divulgação

O Diário Oficial da União publicou, na edição de quarta-feira (8/11), as Portarias Interministeriais nº 232 e nº 231, assinadas pelos Ministérios do Meio Ambiente e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa),que dispõem respectivamente sobre o Plano Nacional de Prevenção, Controle e Monitoramento do Javali (Sus scrofa) e sobre o Grupo de Assessoramento Técnico, responsável pelo acompanhamento da implementação, monitoramento e avaliação do Plano.

Coordenado de forma conjunta pelo Ibama e pelo Mapa, o Plano Javali tem como objetivo conter a expansão territorial e demográfica do Javali no Brasil e reduzir os seus impactos ambientais, sociais e econômicos.

Prevê iniciativas ligadas à prevenção, monitoramento, mitigação de impactos, controle, pesquisa e divulgação científica, capacitação, comunicação e sensibilização.

O Plano foi elaborado em 2016 pelos dois ministérios, com apoio do Ibama e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

A sua formulação abrangeu a realização de um seminário de nivelamento sobre a invasão da espécie no país, a elaboração de um diagnóstico sobre a questão e uma consulta pública.

Já o Grupo de Assessoramento Técnico terá representantes do MMA e das suas vinculadas Ibama e ICMBio, Mapa, Polícia Militar Ambiental de Santa Catarina, Federação de Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (FARSUL), Instituto Alto-Montana, Embrapa, Equipe Javali no Pampa.

JAVALI

O javali é uma espécie de porco selvagem nativo da Europa, Ásia e norte da África e foi introduzido na América do Sul no início do século XX.

Tornou-se uma espécie exótica invasora que causa prejuízos tanto para a biodiversidade quanto para a agropecuária e é considerada uma das cem piores espécies exóticas invasoras do mundo.


Envie seu Comentário