31.3 C
Dourados
quinta-feira, 2 de dezembro de 2021

CMJ convida jovens indígenas para discutir perspectivas na Aldeia

- Publicidade -

27/09/2021 17h25

O Conselho Municipal da Juventude de Dourados está empenhado em ouvir a população com idade entre 16 e 29 anos para proposição de políticas públicas efetivas e coerentes com as necessidades específicas de cada grupo. O trabalho terá como ponto de partida a juventude indígena, que receberá os conselheiros titulares em mesa redonda na tarde do dia 02 de outubro, na Escola Estadual Guateka Marçal de Souza.

A agenda, deliberada em reunião extraordinária realizada no dia 20/09, tem como objetivo discutir as perspectivas da juventude indígena em Dourados. A cidade abriga a maior comunidade urbanizada do País, com população estimada em 15 mil habitantes.

A iniciativa foi proposta pela conselheira titular Julie Kaiowá, primeira indígena a ocupar o CMJ de Dourados. Segundo a jovem, a comunidade indígena anseia por mais visibilidade e protagonismo.

“Acredito que essa agenda será muito significativa para a nossa comunidade. O jovem indígena quer ser ouvido, ele tem vontade e capacidade para ajudar a construir um futuro para a cidade”, afirma a titular.

SERVIÇO

A reunião entre os conselheiros da Juventude de Dourados e a comunidade indígena ocorrerá às 14h, do dia 02 de outubro, na Escola Estadual Guateka Marçal de Souza, localizada na Aldeia Jaguapiru.

CMJ convida jovens indígenas para discutir perspectivas na Aldeia

Veja também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-