31.7 C
Dourados
quinta-feira, 2 de dezembro de 2021

10 principais dúvidas sobre o Cisto no Ovário

- Publicidade -

O cisto no ovário é algo muito recorrente na vida das mulheres. Muitas mulheres até já tiveram e nem sabem disso. 

Outras, sabem e fazem o acompanhamento sem nenhuma complicação ou preocupação.

No entanto, alguns casos podem causar sintomas e necessitar de tratamento. 

Isso depende e muito do tipo de cisto de ovário, tamanho, dentre outros fatores. Alguns casos específicos necessitam de cirurgia de cisto no ovário.

Ficou curiosa?

Então acompanhe esse texto até o final, que iremos responder as 10 principais dúvidas que as mulheres possuem sobre o cisto no ovário! 

Vamos lá? 

O que são cistos no ovário? 

Antes de qualquer coisa, é importante lembrar que nem todo cisto é sinônimo de doença.

Na verdade, os cistos em sua maioria são normais, benignos e fazem parte do ciclo biológico feminino. 

Os cistos no ovário, de uma forma geral, são compostos por pequenas bolsas cheias de líquido que se desenvolvem nas proximidades ou dentro do ovário. 

Apesar de parecer um pouco assustador, esse é um processo natural que na maior parte dos casos surge e desaparece normalmente durante o ciclo de ovulação.

Porém, em alguns casos, os cistos se desenvolvem mais do que o esperado ou surgem em áreas do ovário mais delicadas.

Isso pode resultar em sintomas como dor local, cólicas e até mesmo complicações na fertilidade. 

10 principais dúvidas sobre o Cisto no Ovário

Agora que você já sabe o que é um cisto no ovário, iremos focar nas dúvidas mais frequentes sobre o cisto de ovário.

  1. Qual o tipo mais comum de cisto no ovário?

Existem diversos tipos de cistos de ovário. Abaixo, iremos falar um pouco sobre os mais comuns:

  • Cisto folicular;
  • Cisto de corpo lúteo;
  • Cisto hemorrágico;

Cisto folicular

É o cisto de ovário mais comum.

Este é um cisto benigno que está mais presente em mulheres jovens, com faixa etária entre 15-40 anos. 

Ele se forma normalmente durante o período de ovulação feminina.

O tamanho do cisto folicular pode variar de 2 até 5cm e, normalmente não causa sintomas. 

Ele é autolimitado e desaparece espontaneamente entre 4-8 semanas.  

Cisto de corpo lúteo

O tecido dentro do ovário que se desenvolve após a liberação do óvulo se chama corpo lúteo e, normalmente, desaparece até que um novo ciclo de ovulação comece. 

O cisto de corpo lúteo é benigno e com tamanho médio de 3cm, podendo sumir em poucas semanas. 

Cisto hemorrágico

O cisto hemorrágico é formado quando há sangramento na parede de um cisto simples para o seu interior. 

Apesar de cistos hemorrágicos desaparecerem naturalmente ao longo do ciclo menstrual, algumas mulheres podem sofrer com dores intensas no abdome, caso o cisto cresça demais. 

Nesses casos, após o diagnóstico com exames de imagem, o médico poderá solicitar a realização de uma cirurgia para remoção do cisto.  

  1. Principais sintomas de cisto no ovário

Na maior parte dos casos as mulheres não sentem sintomas, pois os cistos são quase sempre pequenos, indolores e desaparecem sem incomodar. Inclusive, muitas nem sequer ficam sabendo que tiveram cisto no ovário ao longo da vida. 

Mas, em alguns casos certos sintomas podem surgir, como:

  • Dor pélvica;
  • Inchaço abdominal;
  • Desconforto abdominal;
  • Enjoo;
  • Náuseas;
  • Dores durante o ato sexual;

Fique alerta aos sintomas, faça exames periodicamente e procure uma ginecologista de sua confiança. 

  1.  Uso de medicamentos para fertilidade pode provocar aparecimento de cisto no ovário 

Você sabia? O uso de alguns medicamentos para tratamento de infertilidade pode ajudar na aparição de cisto nos ovários, por isso, é importante fazer acompanhamento médico durante esse processo. 

  1.  Os cistos podem desaparecer espontaneamente 

Pois é, apesar de parecer assustador ter um cisto, a maioria desaparece espontaneamente, sem precisar de tratamento. Tudo vai depender do tamanho, características do cisto e idade da paciente. 

  1.  Como é feito o tratamento de cisto no ovário?

O tratamento depende de vários fatores, como: tamanho, quantidade de cistos, características do mesmo, idade da paciente, sintomas, dentre outros fatores de critério que somente um médico poderá avaliar.

Normalmente, a conduta é realizar exame de ultrassonografia ao longo do tempo como medida de acompanhamento. 

Caso o cisto cresça, com tamanho igual ou maior que 5 a 7cm, a cirurgia para a retirada do cisto pode ser a melhor solução. 

De modo geral, o tratamento para cisto no ovário pode ser feito das seguintes maneiras:

  • Acompanhamento médico;
  • Exames de imagem periodicamente;
  • Cirurgia;
  1.  É possível engravidar tendo cisto no ovário?

De modo geral, o cisto no ovário não causa problemas de infertilidade. 

Os endometriomas (cisto de endometriose nos ovários), no entanto, podem estar relacionados com a dificuldade para engravidar. 

  1.  Diferença entre ovário policístico e cistos no ovário

Essa é uma dúvida sobre cisto no ovário super comum e simples de responder. 

O ovário policístico (poli = múltiplos), são vários pequenos cistos, com tamanhos entre 5 e 10 mm presentes nos 2 ovários. 

Já o cisto no ovário é geralmente um cisto único, com tamanho variável, geralmente acima de 5cm. 

Os ovários policísticos não necessitam de cirurgia, apenas tratamento e acompanhamento clínico. 

  1. Complicações nos cistos ovarianos 

As complicações podem ser a ruptura do cisto ou torção do cisto. 

A ruptura do cisto é um quadro em que há extravasamento do líquido contido no cisto na pelve, gerando uma dor abdominal intensa e súbita.  

A torção do cisto também é conhecida como torção anexial, é quando o cisto atinge um tamanho maior que o esperado e acaba girando, ou dando um nó, em torno de sua base. 

Essa condição é mais rara e pode resultar em obstrução do ovário ou trompa uterina, tendo sintomas como dores súbitas, enjôos e vômitos. 

  1.  Cistos ovarianos benignos

Endometrioma

Esse é o tipo de cisto que pode surgir em mulheres que possuem endometriose. Quando esse cisto surge, a mulher pode encontrar problemas de fertilidade e dificuldade para engravidar. 

O principal sintoma é a dor, que pode ocorrer tanto no ato sexual quanto durante a menstruação. 

Cisto dermoide

Você sabia que o cisto no ovário pode contar cabelo, pele, pedaços de ossos, gordura e até dentes? Pois é, esse é o cisto dermoide. 

Esse tipo de cisto benigno pode ser conhecido também como teratoma cístico maduro, e é mais comum em mulheres de 20-40 anos. 

Geralmente quando atingem tamanhos maiores que 3 a 4cm, necessitam de tratamento cirúrgico. 

Cistoadenoma

O cistoadenoma é um cisto ovariano benigno. Podem conter um líquido seroso (mais comum) ou ainda mucinoso (gelatinoso) que necessitam de cirurgia a depender do tamanho.  

  1.    Cisto no ovário engorda? 

Não exatamente, o que ocorre é que o cisto no ovário pode provocar um aumento do volume abdominal, que causa a sensação de ganho de peso. 

Isso acontece principalmente nos casos de cistos gigantes.

Conclusão

No artigo de hoje, vimos que a maior parte dos cistos de ovário são simples e não requerem tratamento, além de descobrir algumas curiosidades bem diferentes, não é mesmo?

Existem casos que precisam de tratamento cirúrgico? Sim, mas normalmente são os que causam dor ou crescem demais, sendo necessário sempre uma avaliação médica para definir a melhor conduta no seu caso. 

Gostou do artigo de hoje? Curte, comenta e compartilha! Ficou com alguma dúvida? Vamos adorar responder. Até a próxima. 

Veja também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-