34.4 C
Dourados
segunda-feira, 24 de janeiro de 2022

Embrapa publica estudo sobre nutrientes para plantios de urucum

- Publicidade -

Acaba de sair a Resposta do Urucuzeiro à Fertilização com Nitrogênio, Fósforo e Potássio, a mais nova publicação da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) sobre a cultura do urucum, fruto produtor do corante natural de maior expressão econômica no Brasil e no mundo.

Em terras nacionais, dados da publicação (acesse aqui) sobre anos recentes indicam que o urucum domina 90 por cento do mercado de corantes naturais. No mundo, são 70 por cento. Já o estado do Pará responde por metade da produção da região Norte, onde se concentra a maior parte da Amazônia Brasileira.

É da semente rica em carotenoides (antioxidantes) que vem o tom avermelhado dos pigmentos à base de urucum. Usado pelos indígenas desde a era pré-colombiana para tingir objetos e pintar o corpo de vermelho, a indústria hoje em dia demanda urucum para fazer alimentos (colorau), cosméticos e tecidos, entre outras utilidades. Esse quadro promissor desperta o interesse de produtores rurais de várias regiões do País, fato que gera demandas específicas sobre a cultura.

O trio N-P-K

“A escassez de informações sobre nutrientes minerais tem sido um entrave para a expansão da cultura no Pará. Essa pesquisa vem contribuir na diminuição dessa lacuna, com dados sobre nutrição direcionada para plantações homogêneas de urucuzeiro”, contextualiza o engenheiro-agrônomo João Elias Lopes Fernandes Rodrigues, pesquisador da Embrapa Amazônia Oriental (Belém, PA) e autor da publicação.

Sobre o trio de fertilizantes nitrogênio, fósforo e o potássio, que no linguajar técnico são os conhecidos N, P e K (símbolos dos elementos químicos, respectivamente), o autor explica serem necessários porque os solos da região amazônica não conseguem atender apropriadamente a demanda nutricional do urucuzeiro (Bixa Orellana L.) e, consequentemente, garantir uma melhor produtividade das sementes.

As doses estudadas estão disponíveis na publicação que pode ser baixada gratuitamente no Portal Embrapa, no repositório Infoteca-e (acesse aqui).

Homenagem

O pesquisador Joao Elias faz questão de ressaltar a importância do trabalho estatístico realizado pelo engenheiro-agrônomo Raimundo Parente de Oliveira, também autor deste boletim de pesquisa, que veio a falecer antes de ver a obra editada. “Parente foi um dos pioneiros da pesquisa estatística dentro da Embrapa. Sua participação foi fundamental neste estudo, para o qual contribuiu com toda a expertise acumulada em décadas dedicadas ao ofício de analisar os dados de pesquisa”, homenageia Rodrigues, juntamente com os demais autores: os engenheiros-agrônomos Sônia Maria Botelho (pesquisadora da Embrapa Amazônia Oriental), Victor Paulo de Oliveira (Biotropical Consultoria/SP) e Maria Carolina Sarto (Timac Agro/PA).


Embrapa Amazônia Oriental

Veja também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-