16.5 C
Dourados
sábado, 2 de julho de 2022

A tecnologia a serviço dos jogos

- Publicidade -

Transformações expressivas foram feitas em relação à tecnologia nos últimos anos. Quando pensamos atualmente em nossa rotina, muito do online está presente nela e isso impactou a maneira como atuamos e consumimos. Em se tratando de jogos fica ainda mais evidente como foram acrescentadas inovações e como elas se tornaram pré-requisitos para aceitação dos jogos nos dias de hoje.  

A experiência do usuário está em foco e isso significa que as exigências do mercado dos jogos intensificaram a construção de gráficos mais realistas e sensação maior de imersão. Os jogos do Royal Panda são um exemplo perfeito. São essas as apostas da vez, mas essas tendências demandam alternativas para o acesso instantâneo e armazenamento de dados.

Equipamentos de Realidade Virtual (VR, em inglês), modalidades que contam com equipamentos para auxiliar na imersão, como óculos e joysticks são um dos avanços. Através de hardwares e programações esses aparelhos criam para o jogador a sensação de imersão visual e sonora, assim a pessoa sente que ela está dentro de um outro mundo. Muitos vídeos viralizaram na internet com as mais diversas reações orientadas pelos óculos de realidade aumentada.

Outro avanço é a integração do ao vivo de alta qualidade aos jogos, um bom exemplo são os cassinos online, como o Royal Panda. Isso se intensificou com a evolução da rede de celulares, que além de ser mais inteligente é mais potente e veloz, prometendo grandes revoluções em diversas áreas.

Com a popularização de serviços de streaming veio a utilização de nuvens também para os games, porém a aplicação dela é muito mais complicada que a utilização da nuvem como no Google Drive ou OneDrive. A interação é feita diretamente com a mídia, então foram lançados servidores pela Microsoft e pela NVIDIA: o xCloud e o GeForce Now, respectivamente.

Quando pensamos em internet pensamos em conexão diretamente ligada a mais um avanço tecnológico dos jogos:  serem online e a possibilidade de ser multiplayer. Nessa categoria se enquadram jogos como Among Us, Call of Duty e League of Legends. Eles fazem sucesso para além do momento do jogo, pois formam comunidades engajadas.

E, se tem um tópico que não pode ser deixado de fora, são as preocupações com tornar cada vez mais reais os jogos. O fotorrealismo é uma das metas , não é à toa que cada vez mais os gráficos estão ficando mais carregados de detalhes. Ainda na parte visual os games em 3D evoluíram juntamente com o poder de processamento. E, não só para jogar, mas também para desenvolver esses jogos demandam equipamentos mais potentes.

Outro elemento que vem conquistando espaço é o traçado de raios baseado em técnicas de Hollywood que visa tornar a iluminação mais e mais realista nas cenas, no caso dos jogos, essa funcionalidade  faz uso de processamento físico e IA para tornar a reprodução o mais fiel possível. Porém, essa tecnologia encontra limitações pelo impacto que causa ao desempenho.

Para encerrar, mas com uma tecnologia que vem gerando resultados bem interessantes, temos a evolução da inteligência artificial. Ela já atua há um bom tempo, desde o FIFA, por exemplo. Escolher jogar contra a máquina é selecionar a IA como adversário. É a partir de programações e diversos comandos aleatórios conforme o andamento do jogo que a Inteligência Artificial opera. Atualmente, ela vem tornando a imersão cada vez mais acentuada, pois ela atualmente aprende com seus movimentos e escolhas, por meio das tendências geradas.

Outras tendências que são emergentes e ainda podem transformar de forma bem expressiva os jogadores e a maneira de consumir jogos são a Web 4.0  que chegam junto com as criptomoedas e NFTs. E aí, conhecia algumas dessas tecnologias? 

Comentários do Facebook

Veja também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-