16.5 C
Dourados
sábado, 2 de julho de 2022

Eleitores de Angélica voltam às urnas dia 15 de maio

- Publicidade -

Eleitoras e eleitores do município de Angélica, no Mato Grosso do Sul, voltarão às urnas no dia 15 de maio (terceiro domingo do mês) para escolher os novos prefeito e vice-prefeito da cidade em eleição suplementar. A votação ocorrerá das 7h às 17h, e os eleitos ficarão no cargo até o dia 31 de dezembro de 2024.

A eleição ocorre em razão da decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Estado (TRE-MS) que negou, em março de 2021, um recurso de João Donizeti Cassuci (PDT), que concorreu com o registro indeferido (sub judice) e foi o candidato mais votado para a prefeitura de Angélica. A decisão foi confirmada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), tornando, assim, definitiva a anulação dos votos obtidos pela chapa vencedora.

A disputa eleitoral terá a participação de quatro candidatos. Atuando como prefeito interino desde janeiro de 2021, Aparecido Geraldo Rodrigues (PSDB) tentará se manter no cargo, tendo como vice o empresário Omir Rogério da Silva. O ex-prefeito Roberto Cavalcanti (União), que perdeu a reeleição em 2020, volta à disputa pela coligação Trabalho, Força e União, tendo como vice Roberto Maran (PSB).

A chapa Trabalho e Honestidade traz Francisco Soares Sobrinho, o Chico Bragança (MDB), com o vice Milton Motta Ramos (PSD). Por fim, a coligação Juntos Vamos Construir Angélica tem Edison Cassuci (PDT) como candidato a prefeito, com o vice Paulo Conconi (PTB).

Somente estão aptos a votar aqueles que já possuíam domicílio eleitoral no município até 15 de dezembro de 2021 (151 dias anteriores à data fixada para a eleição suplementar, conforme disposto no artigo 91, da Lei n° 9.504/1997). O voto na urna eletrônica acontecerá sem a identificação biométrica.

Comentários do Facebook

Veja também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-