18.9 C
Dourados
sábado, 21 de maio de 2022

Velório do cantor Aleksandro, morto em acidente , vai ser em Londrina (PR)

- Publicidade -

O velório do cantor douradense Aleksandro, da dupla com Conrado, que morreu na manhã deste sábado (7), em um grave acidente de ônibus no interior de São Paulo vai ocorrer em Londrina, no Paraná, onde ele vivia com a família.

A informação foi divulgada pelo empresário da dupla, José Carlos Cassuce. Ele não soube precisar o horário e local porque o corpo ainda não havia sido liberado, mas antecipou que deve ser realizado em um ginásio de esportes no município.

João Vitor Soares, conhecido como Conrado, foi transferido de unidade hospitalar, segundo o relato do empresário da dupla. Atendido inicialmente no Pronto Socorro de Juquiá, ele foi levado para outra instituição, onde permanece internado.

O acidente

O acidente aconteceu por volta das 10h30, no km 402,2 da pista com sentido São Paulo (SP). De acordo com a Arteris, concessionária que administra o trecho, há registro de 4km de congestionamento na pista sentido Curitiba e 2km no sentido São Paulo.

Segundo o empresário da dupla, José Carlos Cassucce, o veículo saiu de Tijucas do Sul (PR), onde a dupla fez um show na sexta-feira (6), e seguia com destino para São Pedro (SP), onde havia um show agendado para este sábado.

Ainda conforme a concessionária, uma faixa da pista e o canteiro central foram interditados. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o pneu dianteiro esquerdo estourou fazendo com que o motorista perdesse o controle e tombasse no canteiro central.

Segundo apurado, ao menos 19 pessoas estavam no veículo, incluindo os artistas. Além dos 6 óbitos, 11 vítimas foram encaminhadas aos prontos-socorros da região com ferimentos leves e outras duas pessoas não sofreram lesões.

A dupla

Luiz Aleksandro Talhari Correia, o Alekasandro é natural Dourados, Mato Grosso do Sul. Foi na cidade, em 2003, que com Conrado Bueno, criou a dupla Conrado e Aleksandro. Eles permaneceram juntos até 2019, quando Bueno deixou o duo.

O nome da dupla permaneceu, mas outro cantor, João Vitor Soares, assumiu a segunda voz e o papel de Conrado. Os dois estavam no ônibus que sofreu o acidente na Régis Bittencourt.

Comentários do Facebook

Veja também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-