29.1 C
Dourados
sexta-feira, 1 de julho de 2022

Polícia prende homem acusado de armazenar e disponibilizar material de abuso sexual infantil

- Publicidade -

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente – DEPCA realizou nesta terça-feira (31), a prisão de um suspeito de disseminar material de abuso sexual infantil. O homem, de 52 anos, armazenava e disponibilizava o conteúdo pornográfico e foi preso em flagrante delito. Ele foi conduzido à sede da Especializada onde está sendo lavrado o flagrante.

A ação conclui o Maio Laranja, mês de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes.

No dia 18, a Especializada realizou a Operação Predador. A ação foi desenvolvida com apoio do serviço de informática e de inteligência da Polícia Civil, e desencadeada em razão do dia nacional de combate a este tipo de crime.

Na ocasião, dois homens, com idades de 37 e 41 anos foram presos em flagrante e irão responder por “Adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente” (art. 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA).

O alvo de 37 anos foi preso no Jardim Noroeste e com ele foram apreendidos um computador e dois celulares contendo pornografia e sexo explícito envolvendo criança e adolescente. Já o homem de 41 anos foi capturado no bairro Coophavilla II, sendo que com ele foram apreendidos três celulares, cinco HDs externos e uma CPU.

Polícia prende homem acusado de armazenar e disponibilizar material de abuso sexual infantil
Polícia prende homem acusado de armazenar e disponibilizar material de abuso sexual infantil
Polícia prende homem acusado de armazenar e disponibilizar material de abuso sexual infantil
Polícia prende homem acusado de armazenar e disponibilizar material de abuso sexual infantil
Polícia prende homem acusado de armazenar e disponibilizar material de abuso sexual infantil

De acordo com a Delegada titular da unidade, delegada Fernanda Félix Carvalho Mendes, a DEPCA recebe mais de 3.000 denúncias anualmente sobre a prática de crimes e violências contra crianças e adolescentes.

Maio Laranja

A campanha educativa de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes foi lançada em 19 de outubro do ano passado, em Campo Grande, em evento, realizado no auditório da governadoria. O lançamento contou com a presença de diversas autoridades civis e militares, dentre elas, o governador Reinaldo Azambuja, o delegado-geral da Polícia Civil, Adriano Garcia Geraldo e a delegada titular da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), Fernanda Félix.

Denúncias anônimas sobre violência contra crianças e adolescentes podem ser feitas pelo site da Polícia Civil, no endereço: www.pc.ms.gov.br ou pelo número nacional, que funciona 24 horas, denominado “disque 100” ou na delegacia mais próxima.

O governo do Estado elaborou uma cartilha e cartazes, que foram encaminhados aos 79 municípios, para que os prefeitos façam a distribuição nas cidades, orientando sobre o que é a exploração sexual, como prevenir e onde denunciar. Além disso, os cartazes foram enviados para as escolas da rede estadual de ensino, para divulgação junto aos alunos.

O material também está disponível no site: www.naosecale.ms.gov.br e qualquer pessoa pode se engajar nesta luta junto com o governo do MS.

Comentários do Facebook

Veja também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-