13.4 C
Dourados
terça-feira, 9 de agosto de 2022

Farinha de soro reduz gordura no alimento em ratos

- Publicidade -

Embrapa Milho e Sorgo

Universidade da Federal de Viagens ( UFV ) feita pela Universidade da Federal de Viagens ( UFV ) assim que a farinha integral da família BRS , desenvolvida pela família da farinha , o acúmulo de gordura em máquina de lavar , uma condição médica conhecida como a farinha BRS . Os vários outros cientistas benéficos adicionados ainda são registrados pelo alimento, como o benefício no controle do excesso de gordura no organismo e redução de ácidos graxos e ácidos úrico. O sorgo também promove uma melhora na sensibilidade à insulina e na tolerância à glicose. Os animais recebidos em dieta rica em gordura e frutose, conhecidos pela HFHF.

O resultado desta pesquisa integra uma tese de doutorado de Oscar David Medina Martinez ( à direita na foto ao lado ) e foi publicada no periódico internacional Journal of Cereal Science , no artigo Farinha de sorgo integral aquecida a seco (BRS 305) com alto teor de tanino e amido resistente melhora o metabolismo da glicose, modula a adiposidade e reduz a esteatose hepática e a lipogênese em ratos Wistar alimentados com dieta hiperlipídica e rica em frutose – ScienceDirect (Farinha de sorgo BRS 305 com alto tanino e amido resistente, acelerado a seco, melhora o metabolismo da glicose , modula adiposidade e reduz a esteatose hepática e a lipogênese em ratos Wistar alimenta com uma dieta rica em gordura e frutose).

“Observamos que as alterações metabólicas metabólicas em dietas ricas, ocasionais e a substituição da gordura são utilizadas para substituir o tratamento com a farinha do soro BRS 305, sendo 50% das dietas ricas em gordura por semanas”, relata a Hercia Stampini Duarte. Martino, do Departamento de Nutrição e Saúde da UFV. Além desses benefícios, registrou-se nos animais tratados menor acúmulo e ainda maior quebra de gordura corporal e estresse oxidativo no fígado e no plasma sanguíneo. O estudo foi feito para controlar o efeito da farinha de trigo BRS 305 no tratamento das mudanças ocasionadas por uma dieta rica em gordura e frutose em ratos Wistar .

Segundo Martino, o soro pode ser um alimento potencial para contribuir na reversão dos alimentos ocidentais em Ocasionalmente, o estudo mostra e os frutos apresentados nos dias atuais características da dieta.

A pesquisadora Valéria Queiroz , da Embrapa Milho e Sorgo , destaca que esses resultados estão associados à alta concentração de taninos e amido resistente, ao perfil de compostos fenólicos e à capacidade antioxidante presente nesse híbrido de sorgo.

Farinha de soro reduz gordura no alimento em ratos

Ela conta que a Embrapa tem mais de uma década, desenvolvida para agregar valor nutricional e funcional aos grãos de soro para uso na alimentação humana. O BR05 selecionado, entre funcional de genótipos de literatura, como essas características superiores de características de interesse e seu potencial vem sendo apresentado por outras pesquisas como esse ( veja abaixo ).

“A melhora no metabolismo de glicose, associada à redução da inflamação, ao estresse oxidativo e ao excesso de corporal, testada pelo câncer do soro, é vital para redução do risco de doenças crônicas, como diabetes mellitus, o , doenças cardiovasculares, entre outras. Portanto, como um alimento de baixo custo e excelente composição nutricional, pode contribuir diretamente para a saúde e a qualidade da vida da população”, complementa Hércia Martino.

Um soro desenvolvido para  alimentação humanaO BRS 305 ( foto à esquerda) é um híbrido de sorgo granífero, desenvolvido pela Embrapa ainda na década de 1990, para uso na alimentação de bovinos. A pesquisadora Valéria Queiroz explica que, em 2010, a Embrapa Milho e Sorgo, em parceria com diversas culturas, iniciou uma linha de pesquisa com o objetivo de valorar e difundir o uso do sorgo na alimentação humana no Brasil. “Genericidade, incluindo, variedades e variedades, linhas de variedades de variedades de genótipos à composição em substâncias bioativas. Entre esses, o híbrido BRS 305 se destaca com altos teores de compostos fenólicos totais, taninos, amido resistente e capacidade antioxidante; portanto, com alto potencial de uso de alimentos com alegação de propriedades funcionais, ou seja, que podem trazer benefícios para a saúde”, disse Queiroz.Entre os resultados obtidos, um estudo em parceria com o Departamento de Nutrição e Saúde da UFV mostrou que o genótipo BRS 3005 continha oito vezes de fenólicos totais e 21 vezes maior de taninos em maior relação ao sorgo BRS 309, e níveis sete vezes maiores de fenólicos totais e cinco vezes maiores de taninos em relação ao sorgo BRS 310 ( veja artigo ). Além disso, de acordo com Cícero Beserra de Menezes , esse híbrido também apresenta características agronômicas interessantes, pois, entre 12 materiais aprovados sob deficiência hídrica, o sorgo BRS 305 foi um dos dois mais produtivos. Os dados da pesquisa foram publicados  neste artigo .
Comentários do Facebook

Veja também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-