23.3 C
Dourados
sábado, 9 de dezembro de 2023

Mulher é presa pela Polícia Civil por agredir e torturar sobrinha de 11 anos de idade

- Publicidade -

POLÍCIA CIVIL DE MATO GROSSO DO SUL

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Sidrolândia-MS, prendeu em flagrante delito uma mulher de 41 anos, pelo crime de tortura praticado contra sua sobrinha de 11 anos de idade. De acordo com a denúncia apresentada na unidade policial, a criança teria sofrido agressões, que motivaram sua internação em um hospital da cidade. 

Conforme apurado, a internação da menor no Hospital ocorreu depois de uma confusão entre ela e a tia. No dia dos fatos, a vítima e a tia (responsável pela menor) tiveram uma discussão devido a uma fofoca em que a menor supostamente estaria tendo relações sexuais com um vizinho.

Após terem ido na casa deste vizinho e conversarem com a família dele, os ânimos teriam se exaltado entre as duas. Durante o percurso de volta para casa, a tia da menor teria a agredido com cintadas e com puxões de cabelo. Por sofrer de depressão e ansiedade, a vítima se descontrolou e o Corpo de Bombeiros foi acionado.

A criança passou a noite internada no hospital e ao amanhecer, acompanhada pelo Conselho Tutelar foi até a delegacia para que fosse feito o registro da ocorrência. Em conversa com a vítima, ela relatou que vem sofrendo agressões físicas e verbais ao longo dos 12 meses de convívio com a tia, além de ser responsável pelos serviços domésticos de casa, e quando não os cumpre é castigada.

A menor apresentava marcas aparentes de agressão. Depois da entrevista preliminar com as Conselheiras Tutelares e com a vítima, foi deliberado pela Autoridade Policial pelo registro de ocorrência do crime Tortura e iniciou-se diligências em busca da autora.

Em depoimento especial prestado na Delegacia de Polícia Civil, a menina esclareceu com detalhes todas as agressões físicas e verbais que vem sofrendo. Informou que sua mãe se suicidou quando ela tinha apenas 3 anos de idade e por este motivo reside com sua tia.

Testemunhas do fato ocorrido na noite do dia 15/11/2023 que culminaram na internação da menor foram ouvidas, tendo todas confirmado que a tia da vítima bateu nela com cintadas e puxões de cabelo, além de durante a discussão ter incentivado a menor a se matar. Vizinhos também foram intimados para prestar depoimento em relação as frequentes agressões, sendo que todos confirmaram que é comum a tia da menor a xingar de de porca, puta e relaxada. Relatos também confirmam que a tia da menor diz que ela deveria se matar como a mãe fez.

Além disso, apurou-se que a vítima é responsável por todos os afazeres domésticos da residência, o que inclui cuidar de um bebe de 8 meses de idade, filha da autora, sendo que conforme uma testemunha a menina dormia em um colchão na sala, tem poucas peças de roupas e usa sabão de coco para lavar o cabelo.

Diante das informações prestadas pelas testemunhas e pela própria vítima, após passar o dia em diligências em busca pela autora, a equipe da Delegacia de Policia Civil de Sidrolândia, com apoio da guarnição da Força Tática da Polícia Militar 8ª CIPM, a localizou e a prendeu em flagrante.

Veja também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-