33.2 C
Dourados
quinta-feira, 29 de fevereiro de 2024

Chuvas demandam atenção redobrada com estado de conservação dos pneus

- Publicidade -

Portal do Trânsito

Com o período das chuvas, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) alerta motoristas sobre a importância em redobrar os cuidados nas vias. Nesse contexto de condições climáticas adversas, é preciso estar atento, especialmente, ao estado de conservação dos pneus dos veículos, que, com as pistas molhadas, se tornam componentes ainda mais importantes para garantir a segurança.

Conferir se o pneu do seu carro está em bom estado não é uma tarefa difícil. O diretor de Policiamento e Fiscalização de Trânsito do Detran-DF, Clever de Farias Silva, explica que a inspeção pode ser feita visualmente pelo próprio motorista. “É preciso estar atento especialmente à questão das cavidades do componente e sobre como está a situação do TWI”, acrescenta.

O TWI mencionado pelo diretor é a sigla em inglês para Tread Wear Indicator – na tradução livre, indicador de desgaste da banda de rodagem. Trata-se de pequenas elevações localizadas nos sulcos dos pneus projetadas para alertar quando o desgaste atinge um nível considerado crítico, o que pode comprometer a aderência do equipamento em situações de frenagem e aquaplanagem.

Riscos

“E são  justamente esses dois cenários os mais comuns neste período de chuvas”, ressalta Clever. “No caso das aquaplanagens, o perigo está no fato de os pneus em má qualidade levarem o condutor a perder, facilmente, o controle da direção do veículo. Já em situações de frenagem, o tempo e a distância demandados para a redução da velocidade ficam maiores.”

Quando o assunto é pneu, outra dúvida recorrente entre os motoristas é sobre a validade. Conforme o diretor os componentes possuem, sim, uma vida útil, a depender das condições de uso e armazenamento.

Em média, pneus são feitos para durar cinco anos, por isso a gente orienta verificar a data de fabricação, que está impressa na lateral do pneu, e substituir aqueles que ultrapassam o prazo recomendado”.

Além do risco de acidentes, trafegar com os pneus em mau estado de conservação é uma violação prevista no artigo 230, inciso IX, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A norma classifica como infração grave “conduzir o veículo sem equipamento obrigatório ou estando este ineficiente ou inoperante”. A prática é passível de aplicação de multa no valor de R$ 195,23. Além disso, retenção do veículo e rende cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

As informações são de Victor Fuzeira, da Agência Brasília

Veja também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-