26.6 C
Dourados
sexta-feira, 19 de abril de 2024

Mulher agredida pelo marido sofre aborto e morre no hospital

- Publicidade -

Gisely Duarte Galeano, de 35 anos, morreu no hospital Cassems de Dourados após ser agredida pelo marido e sofrer aborto. Ela foi encontrada pela irmã bastante machucada na casa do marido Fernando, na cidade de Bela Vista.

Conforme ocorrência, o casal estava separado, mas devido a pedido de Fernando, Gisely resolveu reatar o relacionamento. A irmã da vítima disse na delegacia que no dia 3 de fevereiro houve as primeiras agressões e a vítima chegou a denunciar o caso na polícia, contudo, reataram a união.

A irmã ainda disse que tentou contato com Gisely por telefone e não conseguia. Com isso foi pessoalmente até a casa do casal, encontrando a vítima deitada no sofá, com parte do corpo coberto para esconder hematomas. A mulher reclamava de fortes dores abdominais.

Levada a hospital de Ponta Porã, foi descoberto que Gisely havia sofrido aborto e teve derreme cerebral. Na unidade ela teve duas paradas cardíacas.

Devido a gravidade do caso foi transferida para o hospital Cassems de Dourados, onde não resistiu e morreu nesta quarta-feira (28).

O caso foi registrado na Delegacia de Atendimento à Mulher de Ponta Porã e até o momento, não há informações sobre o paradeiro de Fernando.

Veja também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-
Verified by MonsterInsights