26.6 C
Dourados
sexta-feira, 19 de abril de 2024

Para amenizar falta d’água em escola indígena, vereador Mauricio pede poço artesiano

- Publicidade -

Como forma de tentar amenizar a falta d’água em parte da Reserva Indígena de Dourados, o vereador Mauricio Lemes (PSB), encaminhou indicação ao Executivo, na sessão desta segunda-feira (1), solicitando a construção de um poço artesiano na Escola Municipal Tengatuí Marangatu, localizada na aldeia Passo Piraju.

Durante o uso da Tribuna, o vereador relatou que atualmente existe o fornecimento de água pela Sesai (Secretaria de Saúde Indígena), porém, constantemente o registro que abastece o reservatório da escola é fechado para que ocorra a distribuição de água em outra parte da comunidade indígena, sendo assim necessário a construção do poço artesiano na unidade de ensino.

Mauricio ressalta que a falta d’água nas aldeias indígenas é um problema antigo e enfatiza a necessidade da soma de esforços entre os poderes para uma solução definitiva. “Na semana passada estive visitando a escola Tengatui Marangatu, onde constatei o problema de falta d’água e, com o poço artesiano resolveria o problema em definitivo nesta unidade escolar”, reforçou.

A Escola Indígena Tengatui Marangatu é considerada a maior escola da reserva indígena de Dourados, responsável pelo aprendizado e orientação pedagógica, envolvendo diversas famílias das aldeias adjacentes.

A indicação foi encaminhada ao prefeito Alan com cópias aos secretários municipais, Carlos Vinicius da Silva Figueiredo (Educação) e Wellington Henrique Rocha de Lima (Governo). 

Para amenizar falta d'água em escola indígena, vereador Mauricio pede poço artesiano

Mauricio busca solução para falta de água nas aldeias indígenas de Dourados

Veja também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-
Verified by MonsterInsights