PMA multa 98 pescadores em R$ 139 mil por pesca ilegal

06/05/2019 16h45


Petrecho proibido sendo retirado de rio Petrecho proibido sendo retirado de rio

Neste domingo (5) fez dois meses de abertura da pesca em todos os rios de Mato Grosso do Sul. Nesse período a Polícia Militar Ambiental autuou 98 pessoas por pesca ilegal. Desses autuados, 68 foram presos por pesca predatória e 30 foram autuados por praticar pesca sem a licença ambiental.

No mês de abril foram 52 autuados por pesca predatória, os quais foram multados em R$ 88.913,00. Foram 29 autuados por pescar sem licença, sendo multados em 22.680,00. No mês de março houve menos ocorrências. Foram 16 pessoas presas por pesca predatória, que foram multadas em R$ 22.680,00 e um foi autuado por pescar sem licença, sendo multado em R$ 800,00.

Foram apreendidos 677,5 kg de pescado com os infratores, além de diversos barcos, motores de popa, petrechos de pesca e veículos. 126 kg de pescado vivos encontrados presos em petrechos ilegais, principalmente redes de pesca, foram soltos nos rios e mais de 8.000 metros de redes foram apreendidos.

O Comando da Polícia Militar Ambiental considera que o trabalho preventivo foi extremamente eficiente, tendo em vista que a presença dos Policiais nos rios evitou a pesca predatória. Além disso, a retirada de petrechos ilegais dos rios, especialmente, redes de pesca, que são petrechos com alto poder de captura evita a depredação dos cardumes. Muitos peixes são soltos ainda vivos dos desses materiais ilegais.

Mesmo quando houve repressão, o Comando da Polícia Militar Ambiental considera o trabalho eficiente, pois, quando se considera a quantidade de autuados por pescado apreendido, a média de peixes mortos foi de 6,91 kg por infrator autuado. Número extremamente baixo, levando em consideração, que houve ocorrências, em que pescadores foram presos com quase 3 km de redes de pesca, quando iniciavam a pescaria e, alguns deles, nem peixe tinham capturado ainda. Se não tivessem sido presos, poderiam depredar os cardumes com essa quantidade de petrechos.


Envie seu Comentário