Produtora cultural é encontrada morta em casa na Capital

10/05/2019 07h27


 
Bia possuía mais de 30 anos de experiência nas áreas de produção, elaboração de projetos e marketing cultural. Bia possuía mais de 30 anos de experiência nas áreas de produção, elaboração de projetos e marketing cultural.

A produtora cultural Fabíola Marques Fernandes, de 49 anos, foi encontrada morta nesta quinta-feira (09) em sua casa no bairro Santa Fé, em Campo Grande. Amigos encontraram o corpo de Bia, que desenvolvia projetos na Concha Acústica, na Capital.

Amigos contaram que a produtora cultural estava sumida desde a terça-feira (7), quando não foi trabalhar. Uma amiga preocupada como sumiço foi até a sua residência na quarta-feira (8), mas não conseguiu contato com Bia – como era chamada pelos amigos-, sendo que na manhã desta quinta-feira (9) voltaram a residência e entraram na casa.

Pela janela do quarto viram o corpo da produtora cultural já sem vida em cima da cama. Informações passadas pela Polícia Militar é que não havia sinais de arrombamento na casa e nem sinais aparentes de violência no corpo.

Baldes com brasas foram encontrados dentro do quarto da vítima. O advogado da família contou que desde o ano passado, Bia apresentava sinais de depressão, e a mãe da vítima já teria tentado a internação da produtora, sem sucesso.

Formada em Direito e especialista em Ciências da Linguagem - Estudos Linguísticos, ela ingressou na carreira pública em 2006, mas possuía mais de 30 anos de experiência nas áreas de produção, elaboração de projetos e marketing cultural.


Envie seu Comentário