Ocupação de fazenda por indígenas gera tensão em Caarapó

27/08/2018 16h22 - Por: Da redação


 
PMs durante ação ontem em Caarapó
Foto: Reprodução PMs durante ação ontem em Caarapó
Foto: Reprodução

Ocupação de fazenda na cidade de Caarapó gerou tensão neste final de semana. A Polícia Militar, com a presença de helicóptero esteve no local. (veja vídeos ao final do texto)

A propriedade é a Santa Maria, que já havia sido palco de conflito no ano de 2016. Naquela época, indígenas da aldeia Tey Cuê, em Caarapó, ocuparam principalmente a fazenda Ivu, onde um agente de saúde indígena morreu a tiros, porém também chegaram a adentrar na Santa Maria.

Imagens que circulam nas redes sociais mostram o momento de tensão. Os indígenas ocuparam a propriedade na tarde deste domingo (26). Há relatos que teriam feito funcionários da fazenda reféns, no entanto, os índios refutam a informação.

As imagens feita por indígenas mostram grupo de índios, alguns deles com camiseta encobrindo o rosto e outros com arco e flecha, e helicóptero da PM no local. Registra ainda policiais militares com escudo e fogo em pastagens, que segundo informações teria sido provocado pelos indígenas.

A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul) repudiou a ocupação. Em nota, disse que, no Estado, há 143 invasões registradas, sendo 21 em Caarapó. Ainda disse que Mato Grosso do Sul tem um número expressivo de produtores rurais que, mesmo tendo adquirido suas áreas de forma legítima e com posse pacífica exercida há mais de meio século, têm seus títulos questionados e suas propriedades invadidas.

Ainda informou que "são ocorrências que evidenciam a insegurança jurídica vivenciada há décadas em nosso estado, resultante da falta de uma resposta definitiva, por parte do Poder Público, que garanta a pacificação no campo".


Envie seu Comentário