Quadrilha que invadiu propriedade rural em Itaporã e rendeu família é presa

27/09/2018 16h45 - Da redação


Foto: Aislan Nonato Foto: Aislan Nonato

Na manhã desta quinta-feira (27), a Polícia Civil de Itaporã prendeu três acusados de invadir uma propriedade rural em Itaporã e fazerem uma família refém para roubar os veículos da propriedade, situada próximo ao Distrito de Carumbé.

O crime aconteceu nesta madrugada quando dois criminosos arrombaram uma das portas da residência, ao ouvirem o barulho, o casal saiu para ver o que havia ocorrido e viram a filha deles, de apenas oito anos, rendida pelos acusados que estavam encapuzados e com luvas.

Um dos criminosos estava com um revólver e ameaçava atirar na menina caso os pais não obedecessem eles. Os acusados renderam o casal e os amarraram no quarto. Em dado momento, as vítimas perceberam que havia um terceiro criminoso que também estava encapuzado e com luvas, e não falava nada.

Eles tentaram funcionar os maquinários agrícolas da propriedade, mas não conseguiram e não perceberam que os veículos estavam com os cabos das baterias desconectadas. Os bandidos solicitaram que o homem dirigisse um dos veículos, mas ele afirmou não saber, eles então ligaram para alguma relatando que precisariam que um motorista fosse ao local, mas devido o dia estar amanhecendo, desistiram dos roubos.

Então reviraram a casa atrás de dinheiro, encontrando pouco mais de 200 reais que o casal guardava no imóvel e uma bicicleta usada para evadirem do local.

Ao saírem do imóvel, aproximadamente, às 05h30, a criança ouviu os criminosos chamarem o terceiro indivíduo de ‘Tchuco’, apelido em que se refere a um parente da família e que foi visto por uma testemunha próximo ao local com outras duas pessoas.

O casal conseguiu se soltar e acionou a Polícia Civil de Itaporã. Durante a apuração dos fatos, a Polícia localizou duas bicicletas abandonadas próximo a um ponto de ônibus no distrito de Carumbé, sendo que uma delas era a furtada pelos criminosos.

Com o apoio da Polícia Militar de Itaporã, os policiais civis conseguiram características dos acusados e descobriram que um menor dava estadia para dois dos acusados. Em seguida, localizaram os acusados. O parente da família suspeito de estar envolvido no crime, é o único foragido até o momento.

Os policiais apreenderam ainda o revólver calibre 38 utilizado no crime com cinco munições intactas e quase todo o dinheiro roubado das vítimas.


Envie seu Comentário