Brasil aprova registro de mais uma vacina contra meningite B

04/02/2019 10h07 - Por Anvisa


 
A bactéria Neisseria meningitidis, que causa meningite, é um patógeno exclusivamente humano que infecta o trato respiratório superior - Foto: Rodrigo Nunes/MS A bactéria Neisseria meningitidis, que causa meningite, é um patógeno exclusivamente humano que infecta o trato respiratório superior - Foto: Rodrigo Nunes/MS

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o registro de mais uma vacina contra a meningite B.

A Trumenba - nome do novo medicamento - é indicada para a imunização ativa de pessoas com idade entre 10 e 25 anos.

A imunização previne contra o processo inflamatório das meninges, isto é, das membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal.

Essa inflamação, no caso da meningite B, é causada por uma bactéria chamada Neisseria meningitidis dos sorogrupos B.

A Trumenba é uma vacina adsorvida, que contém dois antígenos. Esse é o caso também da Bexsero, que, até então, era a única vacina contra meningite B registrada no Brasil.

Meningite B

A bactéria Neisseria meningitidis, que causa meningite, é um patógeno exclusivamente humano que infecta o trato respiratório superior (parte externa do nariz, cavidade nasal, faringe, laringe e parte superior da traqueia).

Em alguns indivíduos, o micro-organismo pode causar doenças sérias e potencialmente fatais.

A transmissão da bactéria ocorre por contato com gotículas originadas no trato respiratório superior. Em certas circunstâncias, ainda não totalmente compreendidas, a bactéria é capaz de invadir o hospedeiro humano, levando à bacteremia (presença de bactérias na corrente sanguínea), que então se manifesta como doença invasiva meningocócica potencialmente fatal.


Envie seu Comentário