Fórum de Dourados já tem nova sede

 
Novo prédio vai contar com segurança reforçada, design sofisticado e acessibilidade Novo prédio vai contar com segurança reforçada, design sofisticado e acessibilidade

Valéria Araújo

DOURADOS – O Fórum de Dourados já tem uma nova sede. O prédio, localizado no cruzamento entre a Avenida Presidente Vargas, com a Rua Antônio Emílio de Figueiredo, já está praticamente pronto para inaugurar. Apesar disso, não há data definida para o evento.

A obra iniciada em 2008 conta com área de 2.754,19 metros quadradros. A construção tem como objetivo ampliar os atendimentos. Para isto, a capacidade física do antigo prédio também será ampliada. A licitação está marcada para setembro de 2010.

De acordo com informações do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, o prédio conta com três pavimentos, e será interligado ao Fórum em todos os andares. Além disso, abriga um novo Tribunal do Júri e toda sua estrutura complementar, como celas, refeitório, sala de reconhecimento, de testemunhas, sala secreta, garagem para viaturas, apoio da defensoria, promotoria, estrutura de cartórios e gabinetes das varas criminais e cíveis.

A sede conta com instalações de circuito fechado de TV e transmissão de som a servidores e ao público, Rádio Corredor e Sistema de Controle de Segurança por meio de câmeras.

Segundo ainda o TJ, o prédio atual não comportava mais a demanda existente. Prova disto, é que as varas dos juizados especiais estão abrigadas em prédio cedido. A nova edificação tem capacidade de instalação para nove conjuntos de Varas.

Após a reforma, a Secretaria do Foro e a parte de atendimento ao público, como protocolo e distribuição, bem como o restante da estrutura de cartórios e gabinetes voltam para o prédio atual, que receberá um novo layout para comportar de maneira adequada a demanda.

Segundo o TJ, como já se tornou habitual nos edifícios do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul, a acessibilidade foi levada em conta no projeto, com rampas e elevadores. A preocupação com a segurança dos juízes também foi considerada, segundo o tribunal. A entrada conta com guarita de acesso e estacionamentos exclusivos. O plenário, que promete surpresas, será o destaque da arquitetura do edifício.