16/05/2019 12h03 - Da redação


Foto: Divulgação Foto: Divulgação

A Prefeitura de Dourados, por meio do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), intensifica o combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, e trabalha constantemente com orientação para a prevenção junto a população. Mutirões já retiraram mais de 100 toneladas de lixo em vários bairros da cidade. Neste sábado (18), a ação acontecerá no distrito de Itahum.

As visitas "casa a casa" dos agentes do CCZ continuam diariamente, bem como o fumacê. A coordenadora do CCZ, Rosana Alexandre da Silva, cita que Dourados conta com 978 casos positivos de dengue, um número preocupante e que exige maior atenção por parte da população.

"O trabalho não para e temos notado que infelizmente, parte da população não se preocupa em cuidar do seu quintal. O transmissor se utiliza da água parada em recipientes para se reproduzir e eliminar esses pontos, uma ação tão simples, evita casos da doença e mortes", ressalta.

A dengue já fez três vítimas fatais em Dourados. A Saúde direcionou a abertura de sete unidades básicas de saúde para atendimento até 22h por conta do número de casos da doença.

Os mutirões de retirada de lixo acontecem aos sábados e já abrangeram os bairros Jóquei Clube, Estrela Verá, Santa Felicidade, Vilas Índio e Rosa, região do bairro BNH IV Plano, da região central, região do Estrela Verá/Jóquei Clube e Parque do Lago I e II.

A ação no Parque do Lago I e II foi a mais recente, no sábado (11). Conforme o CCZ, 846 imóveis foram trabalhados. Foram retirados 15 caminhões de lixo da região. Equipes da Semsur (Secretaria de Serviços Urbanos) e do Imam (Instituto do Meio Ambiente) apoiaram o mutirão.

A coordenação do CCZ enfatiza que em algumas áreas nas quais costumam ocorrer a formação de lixões em Dourados, como na região do Cachoerinha, na Via Parque, o mutirão atuou, no entanto, o descarte irregular de resíduos continua acontecendo.

A população pode denunciar quem joga lixo nesses locais. A Guarda Municipal (telefone: 3424-2309) pode ser acionada.

Além da dengue, o Aedes aegypti transmite a Chikungunya, que possui sete casos positivos em Dourados, e o Zika Virus, sem casos confirmados.


Envie seu Comentário