Operação da PF investiga corrupção em licitação de refeições na saúde

12/02/2019 08h04 - Por: Da redação


Apreensões de documentos foram realizados na Funsaud e Secretaria Municipal de Saúde
Foto: Cido Costa Apreensões de documentos foram realizados na Funsaud e Secretaria Municipal de Saúde
Foto: Cido Costa

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (12) em Dourados a Operação Purificação, com o apoio do Ministério Público Federal. A investigação tem o objetivo de combater a corrupção em licitação para a aquisição de refeições a pacientes e funcionários de hospitais da cidade.

O esquema delituoso, segundo a PF, consistia em fraudes por meio de possível direcionamento na licitação e na execução do contrato com a Administração, causando prejuízos ao erário público de milhares de reais.

Oito equipes, compostas por 32 policiais federais, estão dando cumprimento a oito mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão temporária, todos expedidos pela Justiça Federal de Dourados/MS.

Policiais apreenderam documentos na Fundação de Saúde (Funsaud), responsável pela administração do Hospital da Vida e da UPA, e na SecretariaMunicipal de Saúde de Dourados.

Os crimes investigados são art. 171, parágrafo 3º (estelionato qualificado); art. 304 (uso de documento falso) e art. 288 (associação criminosa) , todos do Código Penal, e art. 90 da Lei 8.666/90 (fraude à licitação).


Envie seu Comentário