Romaria em celebração à Padroeira leva milhares ao Santuário de Vila São Pedro

O ponto alto é a coroação da imagem de Nossa Senhora Aparecida

12/10/2018 06h56 - Por: Maria Lucia Tolouei

fotos - Cido Costa/DouradosAgora


Católicos de Dourados e região madrugaram nesta sexta-feira, feriado nacional da Padroeira do Brasil, para peregrinar até o Santuário Diocesano de Vila São Pedro.

O clima ajudou até agora e centenas de pessoas seguiram a pé até o distrito, num percurso de pouco mais de 20 quilômetros. O DouradosAgora acompanhou a romaria.

A Polícia Rodoviária Federal controla o tráfego de veículos e pedestres na rodovia BR-163, que corta a Vila e dá acesso à Capital e Sul do País.

A caminhada dos peregrinos começou nas paróquias. A maioria saiu bem antes do sol nascer, para prestar tributo à Padroeira e participar da celebração no Santuário, com a participação de milhares de pessoas de toda parte e o bispo diocesano Dom Henrique. O ponto alto é a coroação da imagem de Nossa Senhora Aparecida.

História

Nossa Senhora Aparecida foi o nome dado à imagem de terracota, tirada do Rio Paraíba (SP) por três pescadores há mais de 300 anos. Eles lançaram as redes e recolheram uma parte da imagem. Conta a história que, na segunda tentativa, ao trazer a cabeça da santa, os peixes começaram a brotar em volta do barco. Uma bênção para aquela comunidade ribeirinha!

A imagem ficou, durante 15 anos, na casa de um dos pescadores. O local recebia romeiros de toda parte, para as novenas. Três décadas depois, o vigário de Guaratinguetá ergueu uma capela no alto do Morro dos Coqueiros.

Com o crescente número de romeiros, foi edificada a Basílica Velha e, em 1928, o papa Pio XI proclamou a santa como Padroeira do Brasil. Hoje, o Santuário de Aparecida é o principal ponto de turismo religioso do país, que recebe mais de 12 milhões de romeiro, todos os anos.



Envie seu Comentário