PMA autua em R$ 12,3 mil empresa catarinense com carga de madeira ilegal apreendida pela PRF

25/01/2019 09h19 - Da redação


Foto: Divulgação Foto: Divulgação

Policiais Militares Ambientais de São Gabriel do Oeste foram acionados na tarde desta quinta-feira (24.01) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que reteve na BR-163 uma carreta com madeira serrada, com indícios de que estava sendo transportada ilegalmente.

No local, a PMA e a PRF verificaram que o veículo, que fazia o percurso entre o local onde carregou a carga, em Cachoeira da Serra (PA), para a cidade de Pomerode (SP). A carreta estava com 41,23 m³ de madeira serrada, e a Guia de Origem Florestal (GF) não constava o itinerário que a carga fazia. Essa exigência no documento ambiental de transporte é obrigatória e sua falta constitui-se em crime e infração administrativa.

A identificação do itinerário serve para evitar que se retirem madeiras ilegais de outros locais com o documento. Além disso, alguns cortes da madeira estavam diferentes do que constava na Guia Florestal, o que também é ilegal.

O veículo e a madeira foram apreendidos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de São Gabriel do Oeste. Os responsáveis pela empresa responderão por crime ambiental e poderão pegar pena de seis meses a um ano de detenção. A empresa transportadora, que possui domicílio jurídico em Navegantes (SC) foi autuada administrativamente e multada R$ 12.369,00 pela PMA.


Envie seu Comentário