Venezuela: milícia, protestos, racionamento de energia e nova ajuda humanitária

Nesse último sábado (30), chavistas e oposição fazem protestos na capial Venezuelana Carácas. Sexta-feira (29), aconteceu outro apagão. Maduro continua afirmando que os apagões são decorrentes de sabotagem elétrica por parte dos EUA.

A Cruz Vemelha encaminha uma ajuda humanitária não intervencionista ao país chavista. Maduro ainda não se manifestou sobre o assunto. Tal ação também visa reconstituir a situação elétrica da nação.

As forças armadas milicianas de Maduro são convictas em defender o páis. De acordo com a empresa Datanalis, o poder de Maduro se baseia em três pilares: exército, milícias e os coletivos.

Hoje, segunda-feira (1), o presidente chavista anuncia uma ação de 30 dias de racionamento de energia. Supostamente, a meta é equilibrar a administração de carga, dando ênfase na garantia do serviço água.

01/04/2019 09h40 - Por: Weimar Torres

01/04/2019 09h40 - Por: Weimar Torres



INSIRA O TEXTO DA MATERIA AQUI

INSIRA O TEXTO DA MATERIA AQUI



Envie seu Comentário

Envie seu Comentário