Bimboo

 

Previsão do Tempo

Dourados
+20°C
15/05/2012 16h58 - Atualizado em 16/05/2012 06h58

Plataforma Brasil é tema de palestra na Unigran

 
Legenda: Acadêmicos e pesquisadores conheceram a Plataforma Brasil
Foto: divulgação Legenda: Acadêmicos e pesquisadores conheceram a Plataforma Brasil
Foto: divulgação

Durante a programação do I Encontro de Comitês de Ética em Pesquisa do Mato Grosso do Sul, o ENCEP, uma palestra apresentou para a comunidade acadêmica e outros participantes a Plataforma Brasil, um modo de democratizar pesquisas científicas e disponibilização para todo o Brasil.

O especialista da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS), Capelão Edilson dos Reis, foi o palestrante que falou da Plataforma e sobre a importância de sua criação, “com a Plataforma Brasil há uma visibilidade pra qualquer um da sociedade de visualizar tudo o que está sendo feito de pesquisa no país”, comenta. Com essa maior visibilidade as pesquisa brasileiras ganham mais incentivo.

Vários graduandos participaram da palestra, o conhecimento sobre a ética auxilia no desenvolvimento de trabalhos de conclusão de curso e também para o futuro, “é interessante para aqueles que deslumbram fazer o TCC, envolvendo uma pesquisa científica, ou um futuro mestrado, doutorado ou simplesmente após o término da graduação tornar-se um pesquisador da variação científica da sua graduação”, disserta o palestrante.

Porém nem todas as pessoas podem cadastrar sua pesquisa na Plataforma Brasil, “existe uma resolução, a 196, que normativa as pesquisas envolvendo seres humanos no Brasil, e ela tem algumas peculiaridades, uma delas é que tem que ser pesquisador graduado, com especialização, mestrado ou doutorado ou pesquisadores que fazem pesquisas envolvendo seres humanos”, explica dos Reis.

A UNIGRAN adere à plataforma ainda este ano, a palestra além de divulgar a plataforma tirou dúvidas dos presentes, “na UNIGRAN o CEP continua no formato antigo e nós iremos aderir ao sistema, esperamos o evento para uma maior divulgação entre os acadêmicos e professores. A partir de julho a UNIGRAN irá utilizar a plataforma para cadastro e registro dos protocolos de pesquisa”, explica a pró-reitora de pesquisa e pós-graduação, Adriana Mestriner Felipe de Melo.


Envie seu Comentário

Antes de escrever seu comentário, Atenção! O Dourados Agora não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Restamcaracteres. * Obrigatório
 

As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Copyright © 2011 - DouradosAgora - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: Lobo Tecnologia&Internet

logo-bimboo