26.6 C
Dourados
sexta-feira, 19 de abril de 2024

Absorventes internos podem conter amianto

- Publicidade -

Marli Lange
A superintendente de Saúde da Secretaria Municipal, médica Denise Nemirovsky informou sobre um e-mail que está circulando no Brasil e que alerta sobre os riscos dos absorventes internos, que podem conter amianto.

O e-mail revela que o asbesto faz as mulheres sangrarem mais, de acordo com uma pesquisa feita por uma médica da Universidade do Colorado (EUA). Com isso, as indústrias lucram mais, pois as mulheres consomem mais absorventes. Neste caso, é aconselhável ler antes os rótulos.

Os absorventes internos contêm duas substâncias potencialmente perigosas: rayon (para absorver) e dióxido, produto químico usado para provocar sangramentos e que está no amianto.

O e-mail alerta ainda que a dioxina produzida neste processo de sangramento pode trazer sérios problemas para as mulheres. Dioxina é potencialmente cancerígeno (câncer associado), é tóxico para o sistema imunológico e reprodutivo.

Também está associado à endometriose e à diminuição da contagem de esperma para os homens. Ele quebra o sistema imunológico de ambos os sexos.

O conselho é que as mulheres utilizem absorventes externos, que apesar de conter dioxina não são tão perigosos, pois não ficam em contato direto com os órgãos genitais.

De acordo com Denise, as informações contidas no e-mail podem ser verdadeiras porque ela já teve a curiosidade de verificar os rótulos de alguns absorventes e verificou que contêm a substância que faz aumentar o sangramento na mulher. “A campanha visa orientar as mulheres a tomar certos cuidados ao utilizar esses produtos. O ideal é optar pelos absorventes, cuja fabricação seja 100% algodão”, disse. Ela lembra que no Brasil ainda não estão à venda absorventes internos fabricados apenas com algodão.

Veja também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-
Verified by MonsterInsights