"Brasil vive numa ilusão", diz Odilon de Oliveira

O juiz federal, Odilon de Oliveira reconhecido nacionalmente pelo seu trabalho no judiciário afirmou na última segunda-feira, 18, durante o lançamento do 4° Fórum Internacional de Justiça (FOR-FVS) que o Brasil vive a ilusão de que está conseguindo vencer as forças do crime organizado. Segundo o juiz, os criminosos têm recursos e poder de articulação muito superiores ao do poder publico. "Outra ilusão difundida é que podemos conter crimes como pedofilia, tráfico de pessoas, por exemplo, sem um diálogo internacional.", afirmou. Diante deste cenário, o magistrado acrescentou que um evento como o FOR-JVS, reunindo autoridades e operadores públicos de segurança e justiça de diversos países do mundo é de extrema importância. Na oportunidade de lançamento do encontro que irá reunir, de 15 a 17 de outubro, pela primeira vez em Campo Grande delegações de 37 países para discutir cultura jurídica e maneira de combater o crime organizado de forma globalizada, o secretário geral do For-Jvs, jornalista Luis Maurício descreveu que o evento trata sobre a problemática do crime organizado, em particular a incidência sobre o terrorismo, o narcotráfico e a lavagem de dinheiro. O 4 FOR-JVS terá programação científica e cultural. O Ciclo de Palestras tratará de diversos assuntos fundamentais, entre eles, como produzir provas técnicas e cientificas e fará a integração dos departamentos de justiça de países com culturas diversas como Egito, Turquia, por exemplo, além de reuniões fechadas com serviços de inteligência de policias federais, como o FBI. O evento terá ainda a Cimeira, um encontro da cúpula das polícias judiciárias de sete países de língua portuguesa, além de Macau, território da China para tratar do combate de crimes como tráfico de crianças, pedofilia, tráfico de órgãos entre outros. Na parte cultural, o evento trará a Companhia Dell’Ópera di Roma com o espetáculo clássico "Madame Butterfly" de Giácomo Puccini que fará duas apresentações em Campo Grande: uma no dia 12 e outra no dia 16 de outubro no Teatro Manoel de Barros no Centro de Convenções, graças ao apoio da Associação de Magistrados Italianos. O evento terá ainda um Ciclo de Cinema, com o apoio da cinemateca portuguesa, apresentação de filmes sobre o "O estereótipo do investigador criminal", "Combate ao crime organizado" e o vídeo documentário "O Mito Enclausurado" sobre a história do juiz federal Odilon de Oliveira e sua luta contra os narcotraficantes na fronteira Brasil/Paraguai.