Pesquisa aponta que Dourados é melhor cidade para fazer negócios em MS

09/11/2018 15h01 - Por: Da redação


Dourados esta entre as principais cidades do país na área de negócios e também em desenvolvimento humano
Foto: A. Frota Dourados esta entre as principais cidades do país na área de negócios e também em desenvolvimento humano
Foto: A. Frota

Dourados é a 44ª cidade mais bem avaliada no ranking 2018 dos 100 melhores municípios brasileiros para fazer negócio e com população superior a 100.000 habitantes, conforme divulgado pela revista Exame, edição de 31 de outubro de 2018.

O resultado revela que Dourados subiu 24 posições em relação ao ranking de 2017, quando apareceu na 65ª posição entre as 100 mais bem posicionadas no país, com 9,69 pontos, de um total de 27 possíveis. Hoje, a pontuação de Dourados é de 11,466, à frente importantes cidades do país, e a primeira colocada em Mato Grosso do Sul. A Capital,Campo Grande, é a 55ª colocada no país (era a 37ª em 2017), com pontuação 11,254.

Outras capitais também foram superadas por Dourados no levantamento que aponta as melhores cidades para fazer negócios. João Pessoa, capital da Paraíba, ficou com 52ª posição; Teresina (PI), 56ª posição; Salvador (BA), 62ª; Fortaleza (CE), 91ª; Manaus (AM), 93ª e, Belém (PA), 95ª.

A avaliação da publicação leva em conta 42 indicadores em quatro frentes: capital humano, desenvolvimento econômico, desenvolvimento social e infraestrutura. O ranking é elaborado desde 2014. O resultado de Dourados na frente ‘desenvolvimento humano’ é ainda melhor e atinge a 28ª posição, com 4,042 pontos, de um total de 10 possíveis. No levantamento anterior, de 2017, Dourados ocupava apenas a 85ª posição neste quesito. Ou seja, a cidade avançou 57 posições em desenvolvimento humano em um ano.

O levantamento analisou 310 municípios que têm mais de 100 mil habitantes, de todos os Estados. Juntos, eles representam 70,4% do PIB nacional, reúnem 62% das empresas em atividade no país, respondem por 72,6% dos empregos formais e somam 56,5% da população brasileira.

Conforme a publicação, este ano, os indicadores do Ranking de Desenvolvimento Econômico, recorte do Ranking das Melhores Cidades para Fazer Negócios, foram alterados. Diferentemente dos anos anteriores, os indicadores são compostos, na sua maioria, por indicadores já presentes na Pesquisa das Melhores Cidades para Negócios, ao invés de abrirem alguns dos indicadores. Dessa forma, o Ranking de Desenvolvimento Econômico transparece o recorte econômico e financeiro do estudo principal, acrescido de informações de comércio exterior (importação e exportação), diversidade econômica e também empreendedorismo.


Envie seu Comentário