Bimboo

 

Previsão do Tempo

Dourados
+20°C
06/07/2012 10h20 - Atualizado em 06/07/2012 10h20

Parceria garante profissionalização a detentos do semiaberto

 

Três reeducandos do Estabelecimento Penal de Regimes Semiaberto, Aberto e de Assistência aos Albergados de Aquidauana (EPRSAAA-A) receberam esta semana certificação de conclusão do curso de informática básica, oferecido por meio de parceria da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) com o Núcleo de Geração de Renda do município. A solenidade de entrega de certificados aconteceu na noite da última terça-feira (3), na Câmara Municipal de Aquidauana, com a participação de diversas autoridades locais.

Segundo o diretor do EPRSAAA-A, Fábio Ferreira Amarílio, a parceria com o Núcleo já existe há cerca de três anos e de lá pra cá vários reeducandos já foram capacitados em diferentes áreas. “Além da informática básica, já tivemos vários detentos que realizaram cursos profissionalizantes nas modalidades de eletricista NR10, mecânica básica para motos e de manutenção de computadores”, informa. A iniciativa, além de capacitá-los para a mão-de-obra especializada, cria oportunidades para inclusão no mercado de trabalho, importante ferramenta de reinserção social.

Para a assistente social do presídio, Fermina Garcia Escobar, responsável pelo acompanhamento dos detentos no projeto, a profissionalização desses internos ajuda a superar uma lacuna social. “A dificuldade de reintegração dessas pessoas, sobretudo da não inserção no mercado de trabalho, gera um alto índice de reincidência criminal, o que destrói, de certa forma, o trabalho social efetuado com o preso durante seu período de detenção”, comenta.

Com isso, conforme a assistente social, o principal objetivo dessa parceria é diminuir os índices de reincidência criminal, oferecendo capacitação profissional, como forma de propiciar aos presos um leque maior de alternativas para a obtenção de trabalho, após ou durante seu período de reclusão. "Acreditamos que a sociedade acolherá com menos reticência os detentos que buscarem a mudança de vida. Com certeza, o mercado de trabalho estará disposto a absorver aqueles que buscarem aperfeiçoamento e capacitação profissional”, comenta Fermina.

As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Copyright © 2011 - DouradosAgora - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: Lobo Tecnologia&Internet

logo-bimboo