07/05/2013 07h18 - Atualizado em 07/05/2013 07h18

Quatro radares eletrônicos são instalados na BR-163

A partir do momento que começarem a funcionar, Mato Grosso do Sul passará a ter 56 faixas de rodovias monitoradas

 
Flávio Verão
Radares instalados na Br-163 Radares instalados na Br-163

Quatro radares eletrônicos já estão instalados na BR-163, região de Dourados. A partir do momento que começarem a funcionar, Mato Grosso do Sul passará a ter 56 faixas de rodovias monitoradas. Hoje são 52 e as últimas a entrarem em funcionamento estão localizadas na BR-262, próximo à entrada de Terenos e entre Miranda e a ponte do Rio Paraguai.

De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), somente após a aferição dos equipamentos é que os radares na região de Dourados começam a operar.

Embora não haja prazo para a realização desse serviço, motoristas que passam pela BR-163 já estão atentos. Os equipamentos estão localizados na entrada da cidade, para quem chega de Campo Grande e na saída de Dourados, para quem segue destino ao Paraná.

Quem não respeitar a velocidade permitida pelo radar, que varia de uma região para a outra, pagará multa. O limite máximo estabelecido pelo equipamento é de 80 km/h e em Dourados ainda não foi definido. O condutor que ultrapassar até 20% do máximo permitido vai arcar com uma multa de R$ 85. Já quem ficar entre 20% a 50% vai arcar com uma multa de R$ 127,69.

No entanto, quem atingir mais de 50% vai desembolsar R$ 574,62 e perderá sete pontos na carteira de habilitação, pois se enquadrou na infração gravíssima. Segundo o Dnit, não há previsão de instalação de radar na BR-463, com destino a Ponta Porã e Paraguai. A via é bastante movimentada, principalmente por turistas que vão à fronteira fazer compras.

Os radares têm o objetivo de preservar a vida das pessoas que passam pela rodovia e também dos animais silvestres, já que esses trechos concentram um alto índice desse tipo de ocorrência. “Com certeza é uma medida que fará o condutor ter mais atenção ao trafegar por rodovias próximas à área urbana”, diz o inspetor da PRF em Dourados, Ozean Catelan.

Instalações

Os últimos equipamentos a entrar em funcionamento ocorreram no mês passado. Dois deles foram instalados na BR-262 próximo à entrada de Terenos e quatro entre Miranda e a ponte do Rio Paraguai. Nos dois pontos, o limite de velocidade é de 80 km/h. Já em Terenos, cidade próxima a Campo Grande, eles foram instalados no km 375 e km 376. Já no Pantanal eles estão no km 575, km 590, além dos quilômetros 636 e 696.

Envie seu Comentário