Secretarias estaduais de educação começam pré-matrícula de selecionados no MedioTec

MEC 17/07/2017 16h18

 
MEC MEC

A partir de quinta-feira, 13, as secretarias estaduais de educação dão início ao período de pré-matrículas dos selecionados no MedioTec, programa do Ministério da Educação que permite aos estudantes da rede pública realizarem um curso técnico gratuito em paralelo ao ensino médio.

Os estudantes devem ficar atentos à chamada para comparecerem à instituição de ensino técnico e apresentarem a documentação exigida, como carteira de identidade, certidão de nascimento ou casamento, histórico do ensino fundamental, CPF e comprovante de residência.

Os estudantes interessados em garantir uma vaga no programa ainda podem se candidatar. Para isso, precisam se dirigir à diretoria de sua escola ou à própria secretaria estadual. Em todo o Brasil, são oferecidas 107.465 vagas em 131 cursos técnicos.

As carreiras com maior número de vagas ofertadas são técnico em informática (10.849), técnico em informática para internet (6.553) e técnico em administração (6.036).

Outras opções de cursos oferecidos são eletrônica, logística, segurança do trabalho, química, finanças, açúcar e álcool, agricultura, agronegócio, guia de turismo, meio ambiente, jogos virtuais, cenografia, dança e teatro.

De acordo com a secretária de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Eline Carneiro, a oferta dos cursos tem como base um mapeamento de empregabilidade a longo prazo e leva em consideração características e potencialidades de mercados locais.

"As vagas que ofertamos estão de acordo com o mapa elaborado pelos ministérios, que mostra as demandas do mercado quando essas turmas concluírem", disse.

Tanto a seleção quanto o cadastro do aluno no MedioTec cabem às secretarias estaduais de educação e todo o processo seletivo, assim como o curso, é gratuito. Durante a seleção não são realizadas provas e, sim, uma análise do perfil do estudante.

Curso

As formações oferecidas por meio do programa são feitas de maneira concomitante ao ensino médio.

Isso significa que o estudante tem duas matrículas, sendo uma no ensino médio e outra no técnico e, ao final, dois certificados de conclusão.

"Ao entrar no MedioTec, é possível conseguir não apenas uma profissão ao longo do ensino médio, como também aferir emprego e renda posteriormente a essa qualificação, porque o mapeamento de empregabilidade foi bem feito", reforçou o diretor de Articulação e Expansão das Redes Profissionais e Técnicas da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), Geraldo Andrade.

Os cursos técnicos terão início no segundo semestre, tanto em instituições públicas quanto privadas. Já que, na maioria dos casos, a instituição difere da escola na qual o aluno está matriculado, será oferecido um auxílio estudantil para custear despesas de transporte e alimentação.

A lista completa dos cursos ofertados por estado está disponível na página eletrônica do MedioTec.

Assessoria de Comunicação Social


Envie seu Comentário