10.1 C
Dourados
sexta-feira, 19 de agosto de 2022

O rock sempre esteve presente na vida de Dourados

- Publicidade -

O rock and roll surgiu em meados da década de 40, nos Estados Unidos, e ganhou força na década seguinte. Fruto de vários tipos de música como o blues, o country, o folk e o jazz, por exemplo, o rock logo se espalhou por todo o planeta.

Hoje, o rock não é apenas um ritmo de música, mas um estilo de vida. Uma linguagem universal em vários idiomas, que encanta gerações de pais, filhos e avôs.

E o rock sempre esteve presente na vida dos douradenses, desde os tempos em que a moçada disputava nas lojas especializadas, discos dos Beatles, Rolling Stones, do pessoal da Jovem Guarda, do Tropicalismo, enfim, dos anos 80, 90… acompanhando os vários movimentos musicais e culturais de lá para cá.

Atualmente, existem várias bandas de rock em Dourados, sendo as mais longevas a Misbehaviour (fundada em 1997) e a Dagata e Os Aluízios (fundada em 2001).

A Misbehaviour, a banda mais antiga em atividade em Dourados, é liderada por Gilson Cortes Buzzio (vocalista e guitarrista). O seu rock é influenciado pelo estilo heavy metal.

A banda Dagata e os Aluízios, por exemplo, lançou os discos “A Rua dos Ipês” e “Tereréfonia”, que alcançaram sucesso de público e críticos.  

O grupo teve várias formações, como, por exemplo: Fernando Dagata (voz/violão), Willian Grando (bateria), Alessandro Pacito ‘Tulli’ (guitarra), Cláudio Roos (baixo), Paulo Caiano ‘Portuga’ (percussão) e Biko do Trombone.

Simão Gandhy (guitarra), Thiago Fiel (teclado), Willian Carbonari (bateria), Hélio Cruz (teclados), dentre outros, também fizeram parte da banda ao longo das duas últimas décadas.

Fernando Dagata e Simão Gandhy também formaram uma dupla – Os Pé Vermeio – que vem se apresentando constantemente nas noites douradenses.

A banda Capivaras Voadoras, que surgiu em 2019, também vem fazendo sucesso na cidade e no Estado. É formada por Fernando Garcia, Douglas Woncharte e João Gabriel.

O grupo Capivaras mescla o rock e o blues com o ritmo regional sul-mato-grossense, num casamento musical perfeito para os ouvidos de quem gosta de um bom som.

Já o trio NHS, formado em 2015, tem repertório do puro som clássico pop rock dos anos 50 aos 90. O NHS se apresenta constantemente nas casas noturnas douradenses

O NHS é formado por Marcos Marin (vocalista e baixista), Rogério “Baguá” Holsback (guitarrista) e por Leonardo Treuherz (baterista).

O veterano Dantas Sólo já liderou várias bandas em Dourados com a mesma performance rockeira. Agora, parte para uma nova fase  com a banda Dantas Sólo e Via OM.

Além dessas bandas, existem várias outras em Dourados, como Rock Rainha, Trajeto 2, Butekos, Rádio 80, Cinzano Blues, Hajj, Autim Head e Tonelada.

Fonte: O Progresso/Vander Verão

Comentários do Facebook

Veja também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-