33.3 C
Dourados
sexta-feira, 12 de abril de 2024

Tron (TRX): qual o potencial dessa criptomoeda?

- Publicidade -

Tron (TRX) tem despontado como uma das criptomoedas mais promissoras do mercado. À medida que a demanda por operações envolvendo criptomoedas aumenta, os usuários começaram a enfrentar redes com tráfego mais congestionado e taxas de transações mais altas. Nesse cenário, Tron se mostra como uma opção com capacidade para volumes maiores de transações e a custos mais baixos.

Já ouviu falar dessa criptomoeda? Conheça mais sobre a Tron (TRX):

Conheça a Tron (TRX)

Lançada em 2017, a rede Tron é uma adaptação do Ethereum, e é conhecida por sua eficiência e rapidez. Assim como Ethereum, permite a criação e execução dos contratos inteligentes (smart contracts).

Para cumprir sua premissa e entregar altas taxas de processamento de transações, Tron opera usando um sistema de validação conhecido como “Super Representantes” ou Delegated Proof of Stake (DPoS), onde 27 usuários são escolhidos pela comunidade para cumprir a função de validadores na rede. Em troca de seus esforços, recebem recompensas em TRX, incentivando que mais usuários se candidatem para o trabalho, mantendo o ecossistema funcional.

Como funciona o sistema de validação de transações?

O DPoS é um mecanismo de consenso que tem a premissa de ser mais rápido e eficiente do que o PoW (Proof of Work), sistema utilizado pelo Bitcoin, no qual os chamados mineradores precisam resolver problemas matemáticos complexos para terem a chance de validar novos blocos. No DPoS, um usuário escolhido pela comunidade, conhecido como “Super Representante”, bloqueia parte de seus ativos de TRX como uma espécie de garantia, recebendo assim o direito de validar um novo bloco na blockchain.

A votação dos Super Representantes ocorre por meio de tokens de TRX, ou seja, quanto mais tokens um usuário bloquear, maior será seu poder de voto.

O mecanismo se torna extremamente seguro e à prova de interesses escusos, uma vez que os votantes também precisam bloquear seus recursos como prova de participação e garantia de que a transação será validada de maneira idônea.

Vantagens e potencial da blockchain Tron

Quando comparada à Ethereum e ao Bitcoin, as vantagens são logo notadas. Tron é mais eficiente, o que a torna mais econômica. Além disso, é totalmente compatível com Ethereum, permitindo integração com outras redes.

Por conta de sua eficiência e robustez, a rede é constantemente utilizada para a criação de aplicativos descentralizados e jogos, sistemas que necessitam de maior velocidade para o bom funcionamento.

Outro ponto de destaque para a Tron é o fundo que financia o desenvolvimento da rede. Após o lançamento de seus tokens, angariou um fundo inicial de 70 milhões de dólares, fundo significativo que garante à rede investimento em inovação e também em parcerias para a expansão do ecossistema.

Assim como é comum à Ethereum, por suas possibilidades e inovação constante, Tron tem um grande potencial ainda a ser explorado.

Vale a pena investir em Tron?

Se você valoriza inovação e tecnologia e aceita um certo grau de risco, Tron é uma boa opção. Sua tecnologia permite que ela se adapte rapidamente às mais variadas tecnologias emergentes, mesmo em outras redes, elevando as possibilidades e o potencial deste ativo.

Investir em Tron é simples, assim como em outros ativos digitais. Basta ter acesso a uma exchange de criptomoedas para realizar os aportes.

Veja também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-
Verified by MonsterInsights