CCZ retoma vacinações casa a casa em Dourados

21/06/2018 09h59 - Da redação


Meta da prefeitura de Dourados é vacinar 44 mil cães e 9 mil gatos com mais de três meses de vida em todo o município Meta da prefeitura de Dourados é vacinar 44 mil cães e 9 mil gatos com mais de três meses de vida em todo o município

O CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), órgão vinculado à Secretaria de Saúde, retomou esta semana o calendário de vacinação antirrábica canina e felina casa a casa. Durante toda esta semana, os agentes de combate a endemias estão nos bairros Altos do Indaiá, Primavera, Ercília Pompeu e Flórida I. No sábado, o ponto fixo de vacinação será na sede da Seleta.

A expectativa da prefeitura de Dourados é de que sejam vacinados pelo menos 44 mil cães e cerca de 9 mil gatos com mais de três meses de vida.

Até o fim do ano, todos os bairros, distritos e aldeias indígenas receberão a visita dos Agentes de Combate às Endemias. O Centro de Controle de Zoonoses divulgará, semanalmente, os locais de vacinação.

A vacina contra raiva é gratuita e indicada para cães e gatos com mais de três meses de vida e pode ser aplicada mesmo em fêmeas prenhas, no cio ou que estejam em período de amamentação. Somente animais doentes não devem ser vacinados.

No posto fixo, a orientação para os donos adultos dos animais de estimação é para levar cães com coleira e guia (também focinheira, no caso de animais mais bravos), e gatos, sacolas de pano, gaiolas apropriadas ou caixas de transporte. É importante também levar as carteirinhas de vacinação – caso a pessoa não tenha ou tenha perdido, uma nova será feita no local da vacina.

A campanha de vacinação antirrábica animal é uma ação voltada para vigilância, prevenção e controle da raiva em cães e gatos, levando em consideração a proximidade destes com o homem.

A raiva é uma doença letal e pode ser transmitida para os seres humanos a partir da mordida de cães e gatos infectados. Atualmente Dourados não possui registros da doença em animais e em humanos, graças à alta cobertura da campanha de vacinação.


Envie seu Comentário