10.1 C
Dourados
sexta-feira, 19 de agosto de 2022

Professor da UFGD é vítima de injúria racial e agressão física em fila de supermercado

- Publicidade -

O nigeriano Sikiru Olaitan Balogun, de 48 anos, doutor em química e professor universitário da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) foi vítima de agressão física e injúria racial em um supermercado de Dourados na quarta-feira (3).

Sikiru estava com a esposa, de 43 anos, e o filho de 6 anos. Ele relatou que deixou a criança na fila ao lado de um carrinho de compras, que acreditava ser o seu, enquanto pesava frutas. Quando voltou, o menino informou ao pai que tinha sido agredido por uma mulher que havia acusado a criança de roubar o carrinho de compras dela.

O professor foi até a mulher que estava na companhia do marido, ela voltou a fazer a acusação de roubo, gerando uma discussão entre os três. O marido da mulher desferiu um soco contra Sikiru, a agressão foi registrada nas câmaras de segurança do supermercado. Sikiru afirma ter sido chamado de “preto” pelo casal.

A polícia foi acionada e o casal foi detido no estacionamento do mercado e encaminhados para a Delegacia. Em depoimento, a mulher disse que não tinha batido na criança, apenas tirado a mão do menino de seu carrinho.

O autor do crime pagou a fiança de um salário mínimo e responderá o processo em liberdade.

Comentários do Facebook

Veja também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-