25/01/2019 09h45 - Por: Weimar Torres

A gestão do presidente Jair Bolsonaro colocou novamente os militares nos ministérios, a diferença é que agora eles estão em um terço dos ministérios, maior número que na época da ditadura propriamente dita.

Os generais estão no poder novamente, isso é fato. Quando os bastidores são controlados por peronalidades autoritárias, a função do presidente passa a ser meramete simbólica.

Bolsonaro comete um erro muito grande em confiar nos seus "amigos" de profissão, militarizar o governo da abertura a conflitos internos de gabinete, prática comum em toda gestão militar.




Envie seu Comentário

Envie seu Comentário